terça-feira, 23 de outubro de 2007

Desejo poético por um grande amor


           Eu quero uma linda mulher para poder amá-la e senti-la no toque suave de minhas mãos. Desejo ter o privilégio de cheirar o seu perfume com a sensibilidade de meu olfato. Com toda ânsia de meu apetite sexual anseio experimentá-la com a ponta da minha insaciável língua.

        Com essa mulher quero fazer amor a noite inteira e com isso induzi-la a dizer palavras impronunciáveis, inconfessáveis para a própria alma.  

        Idealizo uma mulher que me acorde de manhã, trazendo-me de volta do mundo dos sonhos, com o calor da sua boca a percorrer por todo o meu corpo. Que ela tenha lábios vermelhos semelhantes a morangos, e que estes estejam prontos para serem colhidos em um apaixonado beijo.

        Que pronuncie o meu nome como nenhuma outra seria capaz de fazê-lo, e tenha a alma de uma poeta, e que por todos os dias da minha vida escreva para mim versos lindos de amor.

        Sonho que essa mulher tenha a racionalidade, inteligência e a coerência de uma intelectual, deste modo que ela seja dona de uma mente brilhante que me ilumine com a luz do seu pensamento, trazendo à minha alma o contentamento de uma verdadeira felicidade.

        Essa mulher que é o objeto do meu desejo possa realizar aquele meu grande sonho, que é o de ser pai, e que um filho, semente do nosso amor, seja símbolo perene deste sentimento romântico que nutrimos um pelo outro.

        E quando esta mulher estiver grávida, eu possa abraçá-la e amá-la em dobro, e isso pela pessoa importante que é para mim, e por esta vida nova que é a criança que ela carrega com carinho em seu sagrado ventre de mãe. Eu então deixarei que escolha um nome para esse nosso filho, para que quando eu o pronunciar possa me lembrar dela.

        Agora eu me pergunto onde está tal mulher, quem é e onde vive o que pensa e quando e onde irei encontrá-la. Que seja breve, pois desejo logo estar apaixonado, pois o que é está nossa existência sem tal sentimento que nos mantém ardorosamente vivos?

        Que essa mulher possa chegar carregada pelas suas asas brancas de lindo anjo de sorriso carinhoso, semelhante ao sol poético e ameno da primavera.

        Neste instante só peço a Deus, que ela possa estar neste exato momento lendo as linhas dessa minha prosa poética. E deste modo, consiga atender de uma forma definitiva a esse meu apelo, que procede do fundo do meu suplicante coração, à de vir até a mim e se tornar aquele grande amor pelo qual eu vivo a anelar.

 - ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

Um comentário:

Anonymous disse...

Que declaração mais linda do mundo.Puxa Elton tomara que ela apareça o mais rápido possível para que vcs possam realizar todos os desejos.Estou aqui na sua torcida.Beijo.Flavinha.