quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

" AS MENINAS NÃO GOSTAM DAS ROSAS DE HIROSHIMA!"







As meninas nascem tão pequenininhas e tão desprotegidas, algumas delas chegam a caber na palma da mão, é comovente perceber como são puras e inocentes em seu coração. Essas meninas que ainda não passam de bebes só desejam dos seus pais amor e proteção. Algumas vêem á este mundo louras,ruivas ou com os seus cabelos em tons de castanho claro e outras tem as suas madeixas belas e negras, essas meninas são como flores em um vasto e variado jardim, umas são brancas,outras amarelas e negras, outras ainda saem morenas jambo ou morenas claras,mas isso não importa pois são todas flores deste mesmo jardim, são estrelas reluzentes da mesma constelação,vieram pra iluminar e aquecer o coração da humanidade,que muitas vezes não entende o precioso valor da variedade. Umas se chamam Cláudia, outras Regina, algumas Vanessa e outras ainda Jéssica e Andressa, são frágeis como o cristal, mas sem que ninguém perceba crescem com o seu espírito dotado de uma força sobre-humana e descomunal. Aos cinco anos aprendem coisas com os adultos, querendo já avançar no tempo e serem logo maduros, algumas como as suas mães já aprendem á se maquiar, e isso de tal forma que é de se espantar! Dizem coisas inteligentes e engraçadas que não é de se imaginar que saia da boca de uma criança, aí é que vemos que tais meninas pequenas estão á frente de seu tempo, hoje neste mundo o passo de uma criança já é muito avançado. Elas imitam suas mães e idolatram os seus pais, de sua atenção sempre querem mais, querem mais mamãe e mais papai, querem passear no parque com eles e lá respirar o puro ar que há nele, pedem pra comprar para elas um chumaço gostoso de algodão doce que é de adoçar o seu infantil coração, comer tal doce na companhia de seus adoráveis pais, é melhor que ouvir uma bela canção. No parque as meninas se encontram com suas amiguinhas, e tudo vira uma festinha animadíssima, se sentam no verde gramado, e brincam que são mães de suas bonecas por elas tão amadas, pois pra elas, suas bonecas são verdadeiramente suas amadas filhas queridas. Essas meninas encantadoras, que deste mundo são belas borboletas encantadas, no dia do seu aniversário querem bolo muito bem confeitado, com brigadeiro, refrigerante, muita musica e não vão esquecer o show do mágico e do engraçado palhaço. Elas querem que cantem bem alto o parabéns pra você, acompanhado no seu final de um forte aplauso, essas meninas querem apagar aquelas velinhas que teimam em reacender, quando elas assopram com a intenção de sua chama mágica apagar, sendo que elas esperam mesmo que tal chama do nada volte á renascer. Tais meninas querem a sua casa cheia de gente amiga para tal festa, e que essa festa seja muito bonita, elas querem a alegria da surpresa de descobrir que presente que ganhou aos abrir-lhes o embrulho, é papel rasgado pra todo lado, que sufoco pra limpar tudo isso depois minha cara gente de alma tão decente. Essas meninas não querem que seus pais se odeiem, mas que profundamente possam se amar e se quererem bem, querem vê-los unidos, e munidos da força maior do amor. Elas querem crescer ouvindo o canto belo dos pássaros, e enxergando sempre o azul encantador do céu e não querem nunca experimentar do ódio e do rancor o seu amargo fel. Essas meninas querem ser cuidadas e acarinhadas com respeito e dignidade, elas querem descobrir a beleza que há no ser humano que é a sua bela humanidade. Essas meninas desejam quando fizerem sete anos irem pra escola estudar, pra que quando crescerem neste mundo possam ter um importante papel e digno lugar, elas não querem saber de ver as rosas de Hiroshima no ar se formar, elas rejeitam guerras,elas querem que pessoas sinceras ás impeçam, pois guerras elas sabem que ameaçam á ordem das coisas e a sagrada paz, essa meninas pacifistas querem na tranqüilidade viver ao lado dos seus pais. Mas algo medonho eu vou lhes contar, há homens neste mundo que são doentes, são monstros disfarçados em seres humanos, eles se disfarçam na pele de um pai, mas ai que dor, e isso é um verdadeiro horror, quando a máscara horrendamente cai, vemos que tais homens nunca realmente destas meninas foram bons e autênticos pais. Pois sem ninguém saber este sinistros animais que se dizem pais,as violentam, maculando sua pureza tão inocente,e isso é tão indecente, isso eu não posso aceitar, contra tal ato abominável eu vou me levantar, tal atrocidade me deixa sem ar. Minha gente me diga,deste jeito aonde vamos parar?Deus no alto do céu se remexe em sua ira santa, contra tal pecado sujo ele se revolta, ah eu sei, que deste ato imundo o meu Deus irá se vingar, e na tempestade da ira divina tais pais pedófilos irão pagar pelo que fizeram, e tal castigo lhes será de amargar. Hoje eu peço paz para essa meninas que são tão pequeninas, hoje eu peço amor infinito,digno e honesto e que pra elas não tenha prazo pra acabar, que de seus pais e de toda sociedade humana estas lindas e puras meninas saibam o que é o verdadeiro e sincero amar.
------------------------------------------------------------------------------------
A PROSA POÉTICA POSTADA ACIMA E INTITULADA-,"AS MENINAS NÃO GOSTAM DAS ROSAS DE HIROSHIMA"-,- É DA AUTORIA DE ELTON NEVES- O ANJO DAS LETRAS.

Nenhum comentário: