terça-feira, 18 de novembro de 2008

De mulher para mulher!


            De mulher para mulher é não beijar na boca do machão de espírito rude que é um verdadeiro porco-chauvinista, que pensa que só o homem merece sentir prazer sexual quando está se relacionando romanticamente, aquele que tem este tipo de pensamento nunca irá conhecer o verdadeiro e sincero amor.

            É amar sem limites, sem usar a fita métrica, sem dramalhões e não precisa ser bonita como uma atriz protagonista de novela das oito. É se entregar com paixão imensa nem que seja de mulher para mulher, desejo de duas almas femininas, mel da vontade incontida enchendo colheres de sopa, os corpos nus e ardentes de duas belas fêmeas.

            De mulher para mulher é ser Beatriz e Catarina, Ester, Eveline ou Soffi, é ser senhora e dona do seu próprio espírito, é poder ser livre para pensar, sentir ou falar o que bem quiser, é ser sempre do amor e do seu saber uma excelente aluna.

            É ser como Sandrinha, culta, santa e pecadora, ousada e esmerada em publicar as suas idéias de mulher moderna do século XX como o faz em seu blog, sem medo das conseqüências, sem se importar com a opinião de ninguém.

            É ser extremamente inteligente sem entregar-se a arrogância, é ser porta voz da mulher que nasceu lésbica, esclarecendo-a com seu exemplo de coragem em se assumir ao mundo como gay, sem temer preconceitos de gente de alma medíocre e homofóbica.

            Sandrinha é amiga e companheira das mulheres que são sagradas e profanas, daquelas que adoram a Cristo, servem a Buda ou Maomé, assim como daquelas que resolverão não crer em nenhuma divindade. Ela é irmã das que são ricas ou não tem dinheiro algum, das mulheres lembradas e também das esquecidas, das contentes ou sofridas.

             Sandrinha e seu blog “Mulher para mulher” são frutas deliciosas em se experimentar, são frutas proibidas, no entanto exacerbadamente procuradas, afinal são objeto de consumo para a mente e alma de maravilhosas mulheres lésbicas, pois refletem o seu desejo mais incontido, que é aquele que somente uma mulher sente por outra.

ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.

Este texto é em homenagem a Sandrinha, mulher de trinta nove anos, linda e maravilhosa que com seu lindo blog “Mulher para mulher”, ousa neste mundo patriarcal e homofóbico, ser porta voz das mulheres que querem ter direito a amarem quem bem quiserem, nem que seja alguém do seu próprio sexo.

                             Leia o blog Mulher para mulher,clicando aqui!

4 comentários:

de mulher pra mulher disse...

nem sei o que dizer de tão emocionada que fiquei...vc me fez chorar de alegria hoje..justo hoje que eu estava pra baixo..vc me animou e me deu mais força pra continuar levando amor..paixão..sedução..e muita informação do mundo lésbico..obrigada..fiquei muito feliz..por ter um amigo como vc que valoriza todas as formas de amor..um dia cheio alegira e muita paz pra ti
beijos com carinho dentro do coração
.
.
Sandrinha

de mulher pra mulher disse...

queria tanto lhe agredecer que achei uma maneira singela espero que goste :)dá uma espiada na postagem de hoje :)
bjos no coração
.
.
Sandrinha

Fabiana noblat disse...

A sandrinha é desses anjos em forma humana! é mulher, batalhadora, guerreira, honesta, sincera,meiga!!!Eu soou fãzoca dela...!!
Lambidas da Lobba pra ti

Anonymous disse...

adorei e fico feliz em saber que também existem homens empenhados na nossa luta, em saber que não são todos que mergulham em seu póprio preconceito...
Oque nos resta é agradecer.. E a você Sandrinha também adoro o teu blog, a pouco tempo me descobri e ainda não sou assumida; mas espero que um dia consiga ser como você... Adorei. bjks