quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

"OQUE ERAM AFINAL DE CONTAS AQUELES TEUS BEIJOS?"

Oque eram afinal de contas os seus beijos incontidos, o manjar dos deuses a mesa, ou a visão do alvorecer com o meu coração comovido?

Oque eram afinal de contas os seus beijos efervescentes, o brilho do sol de verão em todo o seu esplendor, um vulcão de pura sensação passional invadindo-me por inteiro, um maremoto de desejos inseridos em minha alma por tais ósculos apaixonados e apaixonantes?

Oque eram afinal de contas os seus beijos febris, a chegada do anjo da consumidora paixão, o despertar para uma manhã cheia de luz, um sorriso límpido e puro de uma criança ao entardecer?

Oque é esse amor que parece não ter fim, que me faz pensar em quem amo a todo instante, que é tão poderoso como um exército de inúmeros gigantes. E que só me faz sonhar em passar a eternidade ao lado de quem eu tanto quero?

E quem eu quero é você, o objeto único direto do meu amor e da minha vida. É somente ao teu lado que quero caminhar para todo o sempre, e é em suas mãos que quero segurar quando os anjos me chamarem ao seu eterno convívio. São esses teus beijos que me enlouquecem e que fazem com a felicidade sonhar, que anseio minha existência toda poder sempre experimentar.
--------------------------------------------

ELTON DAS NEVES O ANJO DAS LETRAS.

Nenhum comentário: