domingo, 26 de abril de 2009

EXAGERAR, ESSA É MINHA FORMA DE AMAR.

***Amor doce amor, chegaste sem avisar e já com meu coração arrasaste, pois sem defesa ele ficou ante tua investida. Colocaste por terra a muralha que o cercava, desejo do destino?Ou obra do acaso? Ou ainda seria a ação da mão do cupido?
***Só sei que agora só tenho vontade de namorar contigo, e ser desde já e para todo sempre o seu melhor partido. Posso ser chamado de exagerado, reconheço, esse pode ser um dos meus maiores defeitos, mas o que fazer se sou desse jeito?Não sei ser diferente, exagerar no amar, é somente assim que sei de alguém gostar.
***Desejo dar um milhão de beijos em tua boca linda, enroscar de tal forma a minha língua na tua, tornando-as unas. Anseio em te dar um bilhão de abraços querendo em cada um deles, achar uma nova forma de te conquistar.
***Prometo-te, vou roubar da noite a própria lua para dar-te de presente, então poderá colocá-la no teto do teu quarto, aonde ela te fará companhia toda sorridente e brilhante.
***Vou em meu tapete voador sobrevoar todos os jardins da terra, e como um possesso apaixonado roubar milhares de rosas, e sem demora entrega-las a ti, belas e perfumadas, criando para o seu bel prazer, o mais lindo e grandioso jardim já visto em todo este mundo.
***Pedirei carona no navio de Ulisses***, indo até o seio do bravio mar, onde eu possa ir convidar as sereias todas que encontrar, e voltando comigo de volta a nossa casa, elas possam em seu aniversário uma linda canção lhe cantar.
***Sei... Com isso tudo dito, todos novamente irão me chamar de exagerado, mas repito mais uma vez a ti meu bem, como fazer, se é só assim que sei amar, se exagerar é a maior forma de expressão do meu gostar!

ELTON DAS NEVES O ANJO DAS LETRAS.

-------------------
*** Ulisses é o herói das mitologias grego e romana presente na Ilíada e Odisséia escritas por Homero.

Dedico esta prosa poética a você Aline Strabeli, meu doce e exagerado amor.
Cubatão, 26 de abril de 2009. –Elton das Neves O Anjo das Letras.

A foto que ilustra o texto postada acima, é da jovem enfermeira padrão Aline Strabeli, Santos- São Paulo- 4 de agosto de 1978.

Nenhum comentário: