Google Translate

BÉSAME MUCHO!

quinta-feira, 28 de maio de 2009.

***Beija-me muito, mas o faça com extrema paixão, a tal ponto de que eu possa sentir o meu coração arrebatado pelo tocar dos teus lábios.
***Beija-me muito, não com pureza, mas com lascívia, deixai os meus lábios rubrissimos de tanto fustiga-los com os seus. Amo sentir o passeio lascivo do corpo da tua língua no corpo da minha, o enroscar de uma na outra como duas serpentas vermelhas, em um abraço fatal, apaixonado.
***Beija-me muito, de modo que eu possa sentir o fogo passionado acender-se em minha alma perdida de amor por essa mulher que sóis tu. Neste ósculo de cor rubra, como a do sangue, e que é um ato de ida sem volta para os labirintos de tuas paixões abrasadoras e sedutoras, me entrego, e tendo minha boca como via, por onde tu me possuis, perco-me nesse mesmo labirinto, ficando para sempre nele preso.
***Beija-me muito, como se nunca mais pudesse fazê-lo de novo, como se hoje fosse o ultimo dia de nossas vidas juntos, marque meus lábios com a brasa viva desta tua boca desavergonhada, que é para mim semelhante há um favo de mel, aonde se tem inserido nele, o veneno doce da mais tenra alucinação.


ELTON DAS NEVES O ANJOS DAS LETRAS.

"É a paixão que está em um beijo que dá a ele sua doçura; é o afeto em um beijo que santifica-o." (Christian Nevell Bovee).

2 Comentários:

Kassya Mendonca disse...

Londo texto!
Como sempre, sensibilidade a flor da pele!
rsrsrs...não conheço a música na voz dos Beatles, vou procurar ouvir, deve ser linda.
Só conheço o bolero, cantado por Yuridia.

"Bésame, bésame mucho
Como si fuera esta noche
la última vez

Bésame, bésame mucho
que tengo miedo a perderte
perderte después..."

Beijos!

Kassya Mendonca disse...

rsrsrs...é Lindo!!!!

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory