quarta-feira, 6 de maio de 2009

OS TERRORISTAS DE SITES DE LITERATURA!- (OS ASSASSINOS ESTÃO LIVRES).

Cubatão, 6 de maio de 2009.

***Na crônica de hoje, pretendo falar de um curioso personagem dos sites de relacionamento literários, o comentarista terrorista de textos destes mesmos websites.
***Porque chamo tal personagem de comentarista terrorista?É bem simples esta minha resposta meus caros leitores, é que ele se propõe exatamente a ser isto, um terrorista armado com sua metralhadora de ofensas sem sentido, critica literária sem fundamento nenhuma, para não dizer sem uma argumentação coerente e inteligente de sua parte em seus comentários.
***O objetivo desse nosso personagem é um só, denegrir o nome, a imagem e a obra literária do autor a qual ele comenta e isso de forma gratuita, para tal fim não poupa esforços e muito menos palavras difamatórias.
***Entre suas várias características, ele tem uma bem marcante, a de sempre ter o cuidado de se proteger com a máscara do anonimato, pois não passa de uma pessoa covarde, que não é homem ou mulher suficiente para dar a cara para bater, assumir publicamente assinando com seu nome real, essas postagens na página de comentários que costumam nas websites, se localizar no rodapé do post do autor comentado.
***Este nosso personagem de pouca coragem e dignidade humanas, tem mais outras duas características que dão relevo a sua personalidade doentia, é dado a ufanar-se como mestre em gramática e em critico literário. Se o autor que tem o desprivilegio de receber um comentário de sua pena virtual erra em uma palavrinha ou acentuação ou comete a displicência de escrever sem parágrafos, coitadinho dele, sofrerá as duras penas no tribunal da inquisição ortográfica deste nosso malfadado vilão comentarista.
***Como critico de literatura, se fosse viver disso morreria de fome o bastardo, pois ao comentar a escrita do autor, ele costuma simplesmente dizer que a obra literária em questão esta muito mal compilada, pois a má qualidade da mesma está bem visível aos olhos. Este critico de literatura anônimo da internet, não explica o porquê ele acha tal coisa, pois não apresenta nenhum argumento claro e coerente que venha dar embasamento a esta sua critica puramente de caráter destrutivo. Digo que morreria de fome, porque mesmo tendo uma faculdade de jornalismo, qual revista ou jornal de respeito, entregaria uma coluna de literatura para um profissional doente como este assinar?
***A conclusão que chego é que tal vilão anônimo dos websites de literatura faz tal agressão sem justificativa nenhuma que beire a lógica e a sensatez. A verdade é que depois de ter se lambuzado como bem disse, minha cara amiga, a grande escritora recantista***, Edna Lopes, dos textos do autor, esse sociopata objeto de nossa crônica de hoje, alimenta o seu prazer patológico abrindo a janela de comentários, e quando ela lhe esta acessível, sem dó ou piedade, começa a disparar sua metralhadora de impropérios contra quem assinou o texto lido por ele.
***Mas duas grandes perguntas que ficam são essas, quem seria tal personagem macabro, tão presente em nossas páginas autorais, e ainda, o que ganha ou ganharia com tal espécie de agressão contra quem em absoluto mal nenhum lhe fez?Como aqui já dissemos, este tipo de personalidade sem hombridade alguma, se protege muito bem com a máscara do anonimato, seus posts de comentários são assinados por nicknames, apelidos, e ele nunca deixa um e-mail válido para contato, enfim,é o típico do ser humano capaz de lhe dar um tiro pelas costas, um espírito de natureza homicida e covarde, nas altas concepções destas mesmas palavras. No entanto, acho que como Judas esteve com Jesus, pois era um dos doze apóstolos, e depois se configurou em um grande traidor, tenho quase que certeza, que este malfadado personagem descrito aqui hoje por mim, muitas vezes, é, nada mais ou nada menos, que um dos nossos confrades de websites literários.
***Sei que a minha afirmação no parágrafo acima, deixará surpresos a alguns, mas tenho certeza que há um bom numero de outras pessoas, que escrevem e fazem parte destes sites como eu mesmo o faço, não se surpreenderam em nada com essa minha tal afirmação. Não quero dizer com isso, que a maioria das vezes isso seja verdade, como disse linhas acima, é de minha opinião que muitas das vezes, e não todas, isso se torna uma realidade.

***Temos também o leitor comum, aquele que não é escritor , portanto não é um membro cadastrado de um dos sites em questão. O primeiro tipo de comentarista terrorista citado, o escritor que anonimamente ataca o seu companheiro na arte do oficio de escrever, faz tal coisa por razões que nos revelam toda pobreza de sua alma, não obstante tenha um real talento para a escrita, mostrando-se com isso, ser um grande artista literário ainda que amador, como é o caso de muito de nós escritores da internet, ele esquece-se deste seu estado único e privilegiado de ser um artista, deixando-se mover por sentimentos funestos de inveja, egoísmo e raiva gratuita.
***Tal escritor,comentarista,terrorista, vive em total competição com seus confrades de website literário, ele sempre esta de olho na lista dos cem autores mais lidos, dos cem textos mais lidos da ultima semana, e morre de frustração se outros autores que não ele, liderarem tais listas divulgadas no site aonde publica seus textos. Então para usar como válvula de escape para tanta frustração que muitas vezes o leva ao ódio contra seu companheiro de escrita, ele costuma assinar anonimamente estes comentários de cunho difamatório, e de critica literária corrosiva contra aquele que deveria ser considerado por este como um irmão nas letras, mas infelizmente é visto de forma contrária, um autor-rival a ser eliminado por injúrias,calúnias e denegrimento de sua obra autoral.
***O segundo tipo de comentarista facínora, é mais simples de se abordar e compreender, ele é um escritor frustrado, sabe que não tem talento para passar para o papel em branco, ou para a tela do computador sua idéias e sentimentos. Movido por tal frustração e levado pela inveja de que outros consigam oque ele não consegue fazer, deleita-se doentiamente em passear pelas páginas de autores da net, para tentar trucidar com seu comentários maldosos aquelas pessoas que a seu ver, não mereciam nascer com o “dom” que lhe foi negado pela Senhora Literatura.
***Uma vez feita aqui esta longa explanação nesta nossa crônica de hoje, o importante para nós, vitimas de almas tão pequenas, é que não nos deixemos abalar por seus comentários destrutivos e mentirosos, e não pensemos em fazer nem por um segundo, oque estes terroristas dos sites de literatura espalhadas pela rede mundial de computadores, nos proponham, o de parar de escrever. Isso nunca. Tenho um lema pessoal que é uma resposta para essas almas asmáticas, e ele diz o seguinte: Escrever é preciso, nem que para isso se tenha de usar como tinta, o sangue das próprias veias.

ELTON DAS NEVES O ANJO DAS LETRAS.

-----------------

***Autor recantista é aquele que publica textos no site literário Recanto das Letras: http://recantodasletras.uol.com.br/

2 comentários:

Tom do Junco disse...

Não esquenta com isso não, meu bróder, que você enche de prazer os sacripantas. Comentários ofensivos, anônimos, a gente apaga. E a vida continua, companheiro!

Kassya mendonca disse...

rsrsrs,,,]

concordo com você e com nosso amigo Tom do Junco!!!!
Deixe que eles de doam de ciúmes, apague os comentários maldosos e publique somente aquele q nos elegiam!!!!
Beijos!!!!