terça-feira, 28 de julho de 2009

NUNCA PRESTASTE, NO ENTANTO, EU CONTINUO GOSTANDO DE VOCÊ!

******Você prometeu-me mundos e fundos, dizendo que só seria minha, fazendo-me acreditar serem os teus beijos somente para mim. Puro engano oh meu amargo amor. Fizeste-me pensar ser eu o único á ser enlaçado pelo abraço caloroso dos teus macios braços. Um triste equivoco meu ao crer em tal mentira.

******No entanto sempre fui vitima de tua promiscuidade indecente, de sua deslealdade de espírito doentio. Agora sei que sorvias também em outras bocas o vinho doce da paixão carnal, descobri tardiamente seres uma estúpida enganadora, quando eu pensava que repousavas em teu leito, em tua casa, a verdade é que te aconchegavas no peito de um outro homem, um de seus inúmeros amantes.

******Sórdida do começo até o fim sempre foste, bebeste do leite da devassidão provindo do seio profano de uma prostituta, Jezebel foi a tua mãe, e Calígula o teu pai, pois os homens a qual te entregastes somam-se como o numero da areia do deserto.

******És a vergonha de tua casa, teu pai amaldiçoa o dia em que foi registrar o teu nome no cartório, e tua mãe a data em que te deste a luz na maternidade.
******Os cães vagabundos uivam feitos lobos selvagens ao te verem passar na rua, pois sentem o teu cheiro de cadela no cio.

******Teu espírito de meretriz afundada no charco fede mais que os dejetos avolumando o lixão de toda uma megatrópole.

******Devias-te do bom caminho homens sérios como pais de família, destruído assim lares inteiros, fizestes até lideres religiosos pecarem traindo seus santos valores, e sagrados princípios, fazendo ir por terra o alicerce de comunidades sacras inteiras.
----------

******Enfim, nunca prestaste ou valeste alguma coisa em tua vida, nem mesmo valeste um vintém furado que seja, no entanto, eu continuo gostando de você.

ELTON DAS NEVES O ANJO DAS LETRAS.

Nenhum comentário: