quarta-feira, 15 de julho de 2009

O GRITO DAS INOCENTES!

*****Mais uma mulher é morta por um machista que se sentiu por ela abandonado, eu te digo caro amigo, tal situação me enoja.
*****O vizinho que mora no apartamento ao lado, vive espancando sua mulher, dá-se para ouvir os gritos dela claramente, eles são ecos de uma violência desmedida ecoando pelas paredes do condomínio.
*****Ninguém faz nada á respeito, os moradores do prédio nem querem saber, afinal como todo mundo diz, em briga de marido e mulher não se deve meter a colher.
*****O tarado acorda bem cedo, sai de sua casa sem receio, vai espreitar mulheres trabalhadoras, saindo de suas moradias com a intenção de ganhar do dia á dia, o seu digno pão, esse doente do espírito e da mente, as ataca covardemente, então pergunto revoltado aos céus, como pode existir gente como ele, assim tão indecente?
*****A televisão acabou de noticiar, algo que deixa rapidamente o Brasil sem ar, mais um rapaz revoltado, se fecha em uma casa, fazendo de sua namorada uma refém, ele ameaça que vai matá-la, se ela não desistir do término do namoro, dessa coisa de não chama-lo mais de seu bem.
*****Eu já estou cansado de ver corpos de mulheres inocentes, serem enterrados no jazigo da impunidade da violência masculina, estou farto de ver machões soltos pelas ruas, se vangloriando por terem matado mais uma garota entre tantas outras, protegidos pelo fog da complacência da lei brasileira.
*****Os cães sarnentos, aqueles possuídos pelo extinto assassino estão soltos, eles se sentem donos de suas mulheres, senhores de sua vida e morte, será que ninguém vê nisso, a face sombria da imoralidade?
*****Quero justiça agora, á cada alma feminina, desejo liberdade e igualdade social para nossas pequenas. Sonho com um Brasil digno á cada uma das brasileiras.
*****O vento do amor nos veio, e varreu com a maldade humana, levando-a para bem longe de nossa casa que antes disso ocorrer, era tão tristonha. A primavera resolveu nos visitar, e trouxe-nos anjos de doce candura, com certeza vão nos ensinar, a tratar com sumo respeito, a alma feminina, que tem uma face que nos é, tão linda.

ELTON DAS NEVES O ANJO DAS LETRAS.


"Devemos nos esconder para fazer amor enquanto a violência é praticada em plena luz do dia."
( John Lennon ).

"As mulheres são o único coletivo oprimido da nossa sociedade que convivem em associação íntima com seus próprios opressores". (Evelyn Cunningham).

Um comentário:

Kassya Mendonca disse...

Querido Elton!
Nossa sensibilidade nos indigna contra tais atitudes, mas somos poucos neste mundo a pensar assim; caso contrário as autoridades já teriam tomado alguma providência.
Infelizmente estas noticias são realmente tristes e acima de tudo vergonhosas; ninguem tem o direito de dar fim a vida de outro, por este suposto amor ou em nome do amor!
A algum tempo atrás escrevi um post sobre isto e recebi não comentários, mas mensagens enviadas ao meu email, de protestos.
Gostaria de um dia ligar a Tv e não ouvir mais tantos absurdos em nome do amor!

Beijos!