domingo, 9 de agosto de 2009

CREPÚSCULO DE UM BEIJO!-A ESTÓRIA DE AMOR DE EDWARD CULLEN E BELLA SWAN.

******Eu me ergui de dentro do abismo do meu imenso amor e corri ao teu encalço, senti mortalmente a tua falta, compreendi que viver ser ter você ao meu lado nesta minha morte vida, seria o mesmo do que vivenciar o sofrimento do inferno, ter toda uma eternidade pela frente sem amor, paz ou luz.

******Eu preciso de você como os meus pulmões precisam de ar para oxigenar este meu jovem corpo secular, como o viciado em heroína necessita da presença da droga em sua corrente sanguínea para se sentir bem, assim ocorre comigo em relação a tua presença nesta minha tétrica existência de um morto-vivo.

******Tudo perdeu a graça sem a doce visão do teu lindo rosto, na escola aonde estudávamos e onde nos conhecemos as pessoas, os professores, funcionários e alunos me parecem fantasmas pálidos de uma existência surrealista, até estudar as disciplinas aplicadas no ano letivo me pareceu fazer algo sem sentido.

******Até o convívio com minha família vampírica os Cullen se tornou insossa, cinza, sendo que sabes o amor ardoroso que nutro por eles, daria minha vida eterna para protegê-los de qualquer tipo de mal existente.

******Ao constatar que não poderia mais viver deste modo angustiante, resolvi seguir-te, sabedor de tua fuga arquitetada por teu pai o xerife da pequena cidade de Forks, seu amigo o velho chefe da tribo quileute, e o padre Sebastian, no entanto querida, eles não podem te proteger de mim, alias força nenhuma na terra pode me manter afastado do seu sangue.

******Agora que consegui ludibriar meus inimigos, esses seus protetores incapazes, tenho-te em meus braços mais uma vez, e em uma dança envolvente nos entregamos as nuances da musica romântica que nos embala. Pedes-me para dar-te o dom das trevas, o beijo do vampiro, pois deseja ficar comigo por toda a eternidade, no entanto agora que tenho essa oportunidade de tê-la pelos séculos dos séculos andando do meu lado, não consigo morder-te. Não desejo que te tornes um monstro como eu, uma sugadora de sangue humano, vivendo uma vida miserável.

******Deixarei com que voltes para o convívio dos seus, mas sempre que eu puder lhe visitarei á noite, quando estiveres deitada em seu leito acomodada no seu quarto. Dou-te então o beijo romântico semelhante dos mortais, e nele sinto que o meu coração amargurado aproximou-se do seu, para beijá-lo também, e entendo que o nosso amor nunca será possível, o querer de um vampiro pela sua doce namorada humana.


ELTON DAS NEVES O ANJO DAS LETRAS.

Prosa poética baseada na obra literária de Sthefenie Meyer autora da saga vampírica que se inicia com o livro Crepúsculo, a foto postada acima é do casal protagonista da série cinematográfica adaptada desta mesma saga literária, a direita da foto temos o jovem e sedutor vampiro Edward Cullen interpretado por Robert Pattinson, à esquerda a apaixonante adolescente Bella Swan interpretada por Kristen Stewart.

Série Literária Crepúsculo-(Twilight):
Crepúsculo (Twilight) (2005)
Lua Nova (New Moon) (2006)
Eclipse (Eclipse) (2007)
Amanhecer (Breaking Dawn)(2008)
Sol da Meia-Noite (Midnight Sun)(2009)
Autora: Sthefenie Meyer- nascida com o sobrenome Morgan, em
24 de dezembro de 1973. Editora que publica os livros da saga Crepúsculo: Hachette.

Nenhum comentário: