segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

AMOR DE LENÇÓIS TRANSPIRADOS!

*******Nada nesta vida consegue chamar a minha atenção até o ponto de me entusiasmar ou me dar alegria a não ser você, minha doce pequena. Apenas a luz radiosa do seu corpo de magnetismo afrodisíaco consegue iluminar estes meus desassossegados dias.

*******Ah minha gata, és com certeza o meu doce tormento que, no entanto, faz com que sem essa sua tempestiva presença a minha alma não chegue ao gozo do êxtase pleno.

*******É apenas quando estou contigo debaixo dos lençóis transpirados é que consigo ouvir a canção do nosso amor tocada e cantada pelos cupidos Adônicos. Tua boca percorre os corredores estreitos do meu corpo desnudo, que se alargam mediante a passagem de tua língua de sensações vertiginosas.

*******O mar parece querer calar lá fora, fazendo silêncio, ele deseja buscar ouvir os sons proibidos que emanem do nosso leito de deleites orgásticos.

*******De manha ele espera poder contar aos rios que correm de toda parte do mundo ao seu encontro, o que seus ouvidos testemunharam naquelas horas em que as lágrimas que caíram não foram de dor e sim de prazer, em que os gritos emitidos não foram de lamento, mas de sensações luxuriosas de intensidade avalassadora.

*******E quando o sol se sobrepuser acima das curvas das montanhas, assim como um homem sedento de paixão se sobrepõe sob o dorso desnudo de sua mulher, dormiremos agarrados um nos braços do outro, como se essa fosse, a ultima manhã de nossas vidas.
---------------------------

ELTON DAS NEVES O ANJO DAS LETRAS.

Um comentário:

Ciça Lize disse...

PUTSSSSSSS Q TEXTO INCRIVEL POSSO ROUBAR,RSRSRSR?!!

PERFEITO DE CAUSAR ARREPIOS...AMEI, COMO SEMPRE!!!

VC TEM ORKUT?

AH PASSEI PRA AGRADECER O COMENTARIO NO BLOG...MAS TO LENDO TUDO DE NOVO FAZ UM TEMPÃO.

OBRIGADO ANJOOOOOOO VC É ESPECIAL!!!