segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

DESEJO CONSUMADO!

*******Não tente fugir da nossa cama, pois não haverá para você escapatória, eu vou te agarrar com veemência usando de uma doce violência, irei lamber teu gostoso corpo por inteiro, saiba que sou um vagabundo faceiro, tenha convicção que em um ato libidinoso te porei do avesso, desejarei fazer com que mordas de prazer a fronha do teu macio travesseiro.

*******Levarei-te á xingar-me soltando de tua boca libertina os mais vis palavrões, ouvindo-os me excitarei feito um gato que tem os seus pelos eriçados, sei que terei que me segurar para com isso não poder tão logo gozar. Farei com que você possa arfar toda suada, enquanto entro em tuas carnes em uma penetração de tanta volúpia como nunca ouve outra igual.

*******Em cima da cama nos sentiremos como se estivéssemos no topo do mundo tocando as estrelas com nossos corpos transmutados no ouro de uma copula de sensações orgásticas que, parece que só tem hora para começar e não tem um tempo determinado para parar.

*******Ao final já sem controle, agindo como um animal irracional, com minhas fortes mãos, eu te colocarei de quatro, e no desejo consumado, montarei em você galopando feito um desatinado, até explodir em teu interior te preenchendo com meu gozo intenso, poderoso, definitivo, onde me farás alcançar o Nirvana para ali ser, seu eterno e apaixonado iluminado.


ELTON DAS NEVES O ANJO DAS LETRAS.
____


Dedico esta prosa poética para aqueles que não têm medo de se entregar a um amor sem limites.