sexta-feira, 5 de março de 2010

E ELA LEVOU-ME PEGANDO EM MINHAS MÃOS!

*******Ela me pegou pela mão, devaneio, loucura ou aquilo foi só um sonho?Ao sentir nossas mãos unidas um tremor perpassou o meu corpo todo, como se uma lança fria e pontiaguda tivesse me atravessado, sendo que em sua ponta esta não trazia o sentimento da dor, mas de um desejo incomensurável.

*******Fomos subindo juntas degrau a degrau da escada em espiral que nos levava ao seu quarto. Eu podia sentir o cheiro que do seu corpo de menina – mulher se desprendia, ele era de um perfume dulcíssimo e delicioso, ao tocar-me a alma com seu odor maravilhoso, meus pelos dourados se eriçaram sobre minha pele macia, despertando aos poucos a fêmea insaciável que estava adormecida em mim.

*******Ela abriu a porta do seu quarto lentamente e deixou-me passar por ela primeiro, depois que também entrou no recinto á fechou atrás de si, senti-me tomada por uma emoção inédita, uma que nunca havia experimentado antes, era como se eu estivesse ficado sozinha com a fada rainha do amor, e que ser tocada pelo condão mágico de sua sexualidade fosse apenas questão de tempo.

*******Com suas hábeis mãos me despiu toda, e quando também retirou peça por peça de suas vestes, levou-me logo depois com ela para os doces e perfumados lençóis de sua cama, e lá fui tomada por seus braços dominadores e ao mesmo tempo carinhosos.

*******Beijou-me o corpo suplicante pelo toque abrasante de seus lábios em fogo voluptuoso, colocou-me deitada de barriga para cima, ficando com seu dorso desnudo sobre o meu, deixou-me com a alma arrepiada arrepiando primeiro os meus pelos em meus poros que abertos, gritavam uma só frase:- Eu te quero muitíssimo.

*******Levou sua língua molhada a minha pirâmide rosada, e com ela penetrou-a pela fenda aberta que lhe se expunha toda encharcada pela dulcíssima violência de sua ousada invasão. Com essa sua mesma língua deixou um rastro de delicia inigualável nesta minha pirâmide feita de carne e luxuria, e com ela também visitou sua pequena e sagrada guardiã, beijando-a com ardência, deixando-a ereta, tesa de imenso prazer.

*******Sim, ela tomou-me pelas minhas mãos e conduziu-me aos átrios de seus atos libidinosos mais provocantes e adoráveis. Fez-me experimentar do seu sumo de gosto sublime, fazendo-o escorrer em minha boca, vindo direto da fonte de delicias orgástica que foi incrustada no meio de suas pernas de belíssima vestal.

ELTON DAS NEVES O ANJO DAS LETRAS.

Ás mulheres que tem coragem de amar outra mulher.

Um comentário:

Ciça Lize disse...

ONDE ESTA ESSE ANJO QUE NÃO FOI RECEBER OS SELINHOS NO MEU BLOG, HEM?

ONDA ANDARÁ O ANJO?
SRRSRSR...TO TE ESPERANDO LÁ!
BJS