Google Translate

EU SOU MULHER BRASILEIRA!!!

quarta-feira, 24 de março de 2010.
*******Eu sou sensualidade á flor da pele, meu nome é beleza bronzeada, meu sobrenome é tentação estrema, uma que não tem nome. Por natureza sou atrevida, pois nasci por demais... Ousada, sim, minha mãe me pariu brasileira.

*******Meu sorriso tem o dom mágico de encantar á quem o contempla, afinal quando sorrio eu o faço é com a minha alma inteira. Possuo um corpo de sereia, de donzela, de sacerdotisa e ao mesmo tempo de deusa. Pode ter a certeza que pertenço a terra, sendo que dela sou o seu mais delicioso fruto.

*******Não sou propriedade de homem algum, ninguém é dono de minha vontade, tenho asas fortes e grandes o bastante para voar e desenhar no ar com esse meu vôo a minha própria liberdade.

*******Se preciso for, solto minha voz pelas praças e avenidas públicas gritando o meus direitos, denunciando injustiças feitas contra mim, este é o meu berro poderoso e profundo saído de minha garganta aberta e que se assemelha á um martelo de aço duro e frio, esmagando todo tipo de preconceito e ditadura machista imposta a minha alma feminina.

*******Do meu útero fértil nasceu essa enorme nação, ela que é feita de gente brava e munida de espírito guerreiro, de pessoas revestidas de sentimento, donos de um coração sem tamanho e que carregam consigo não importa em que circunstância e momento, em seus pés uma dança animada e em seus lábios a doçura de uma linda canção.

*******Sou mulher brasileira, águia de raça nobre, musa reverenciada e irreverente, diva inspiradora tanto do poeta quanto do guerrilheiro, e com certeza de todo filho de Adão, a coluna dorsal de sua alma máscula e de existência imortal.

ELTON DAS NEVES O ANJO DAS LETRAS.

Prosa dedicada á todas as mulheres brasileiras, não importando sua cor, credo, idade, estado civil, condição social e econômica, está é para aquelas que carregam na sua alma feminina as cores do verde e amarelo!

Comentários:

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory