Google Translate

AQUELE GAROTO!

sábado, 10 de abril de 2010.
*******Conheci um garoto e em muito pouco tempo percebi o quanto ele era importante para mim. Não sei como isso acontecia, mas esse menino conseguia desvendar todos os segredos da minha alma.

*******Por outro lado ele era muito generoso, pois escancarava as portas de seu interior ante os meus olhos estupefatos, sendo assim eu me sentia fascinada, afinal eu nunca havia antes conhecido um homem de caráter tão transparente em uma relação amorosa comigo.

*******Esse garoto me ensinou que eu nem sempre devia dançar conforme a musica escolhida pela vida, mas que algumas vezes teria que fazer a minha própria escolha, porque como ele mesmo me dizia:- Se sempre dançar conforme a vida quer baby, então você fará isso para o resto de sua existência, até chegar o dia em que irá é dançar de vez!

*******Ele me dava uma segurança danada e por conseqüência eu me agarrava nele com unhas e dentes, como era sozinho vivia grudado também em mim, éramos como arroz e feijão, como o café misturado ao leite.

*******Esse garoto me conhecia tão bem, que num olhar sabia se eu havia usado drogas ou não e, por causa dele, parei com elas e, deste modo, aprendi que no amor você pode encontrar alguma redenção para o seu corpo e alma. Com aquele seu jeito apaixonado ensinou-me a diferença entre o que é fazer sexo e o que é fazer amor, e com ele tive os meus primeiros e mais deliciosos momentos de minha vida.

*******Ele vivia cantando. Adorava Renato Russo, Caetano, Cazuza e sempre quando via alguém tocando violão na rua á guisa de alguns trocados sempre lhe pedia:- Toca Raul!

*******Mas o sonho acabou. Em uma noite quando voltava do seu emprego numa padaria perto da casa onde morávamos há algum tempo juntos, um assaltante lhe parou, e assustado com a aproximação de uma viatura da policia lhe disparou um tiro certeiro bem no meio do coração.

*******A dor agora só não é maior, porque antes de partir para o seu mundo de luz - porque eu hoje acho que por ser tão especial aquele garoto não pertencia á esse em que vivemos - ele deixou sua semente de amor plantada no jardim do meu seio de mulher.

*******Além da saudade, um pedacinho seu ficou retido em mim. E assim carregando o nosso filho em minha barriga, penso nele, naquele garoto que um dia tanto amei e ainda amo, sabedora que sempre estará comigo no sorriso e no andar deste outro garoto que pintou em minha vida.

ELTON DAS NEVES O ANJO DAS LETRAS.

“Eu sou contra a violência porque parece fazer bem, mas o bem só é temporário; o mal que faz é que é permanente”.
(
Mahatma Gandhi).
____
Agradeço a colaboração do olhar poético feminino de minha amiga Edna Lopes, para a melhoria literária deste texto.
----
Leia Edna Lopes:
http://recantodasletras.uol.com.br/autor.php?id=24584

Comentários:

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory