Google Translate

A MINHA CIDADE!!!

domingo, 9 de maio de 2010.
I

*******Rainha das Serras, suas cachoeiras, suas nascentes, suas fontes e córregos lavam minha alma de criança formada do barro de teu chão sagrado.

II

*******As chaminés de bocas enegrecidas gospem em teu ar a fumaça escura, poluição nos pulmões e ardor na retina, choro na alma que agoniza, mas um filho nascido com encefalia.

III

*******O parque de cor anilina foi abandonado mais uma vez, se antes era a cidade das crianças agora é o átrio do abandono, os anjos já foram embora dali, o que sobrou foram os escombros da mentira e da desfaçatez, deste lugar até os poetas acabaram expulsos, colocaram por terra sua casa que era feita de prosa e versos, em vez de paredes de concreto.

IV

*******O mangue assiste a derrocada da Maria mulata, a morte do sapo que nele outrora feliz coaxava, as casas feitas de palafitas, emblemas da pobreza que lhe são erguidas em suas águas amargas.

V

*******Amo-te com a força de todos os meus mil corações, quero-te ó cidade que foi plantada ao pé da serra, vale sagrado da vida incontida, e por muitas vezes não respeitada, mas profanada de uma forma única.
---

VI
*******Agora te vejo tão linda e sozinha nas faces dos trausentes de uma avenida que, em todo nove de abril nela baixa um anjo para poder chorar.
---

VII
*******Agora contemplo a igreja dos artistas abandonada em ruínas, no teatro inacabado de mentiras e roubos feitos por de trás da sua cortina, em seu palco vislumbro o poeta crucificado entre dois ladrões, que lhe roubaram sua arte por todos os dias de sua vida.

ELTON DAS NEVES O ANJO DAS LETRAS.
---
A pintura que ilustra o texto é intitulada, Il trionfo della morte, de Brueghel o Velho, 1562. Visto no Museo del Prado, Madrid.

Comentários:

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory