domingo, 11 de julho de 2010

O AMOR DE EROS!!!

******Toco-te o corpo nu com as minhas mãos febris pelo desejo que me é colossal, tal desejo por esta razão mesma, não cabe dentro do homem que eu sou.

******Ele entra pelos meus poros que como microscópicas portas, se abrem para permitir sua invasão penetradora, e correndo com uma velocidade semelhante ao do vento, infecta o sangue que corre absurdamente latino em minhas veias, esquentando-o como se faz com o ferro em brasa quando este entre em contato com o fogo.

******Ele, este desejo que não consigo mensurar possui-me então de tal forma, que chego á perder a minha razão, este sentimento que é de uma passionalidade brutal, despe-me da minha sanidade.

******Desta forma minha querida, vejo-me doido pela mulher que tu és.
Ao visualizar-te despida de tuas vestes, meus olhos levam ao meu cérebro esta tua visão de Afrodite terrena, este por sua vez ao processar as informações trazidas por aquilo que minhas retinas fascinadas viram, em um bem arquitetado comando, envia ao meu corpo excitando-o extremamente, sensações e sentimentos de pura e ardente luxuria.

******É neste preciso momento que, lanço-me avidamente sobre a tua carne macia e deliciosamente desnuda. Mordo-a com uma vontade absurda de praticar com ela uma espécie nova de antropofagia, uma antropofagia sexual, degustando-a por inteira, milímetro á milímetro sem poupá-la em nenhuma parte que dela possa existir.

******Queimando na fogueira das chamas abissais da suprema devassidão carnal, lambo-te com a minha língua que com seu paladar apurado, faz-me sentir com ela o teu gosto de fêmea que foi lambuzada no puríssimo azeite dos mais impenetráveis desejos sensuais.
---

******Apertando-te com força junto ao meu corpo transpirado pela ânsia de praticar contigo os atos mais lascivos que a mente humana possa conceber, faço-te gritar de satisfação, faço-te com que tu sejas tomada por um rio de emoções onde suas águas correntes são formadas, pelos mais inauditos sentimentos de prazer.

******Eu sou a lança do amor de Eros que atravessa o teu corpo magnificamente luxurioso com a sua ponta que traz nela embebida, o acalentador “veneno” do orgasmo múltiplo.

ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.

E tu doce alma feminina... queres ser atravessada por mim... eu que sou a lança do amor designado como Eros?

2 comentários:

VIDA E LIBERDADE disse...

Elton....
Imagineeee... eu?
Não apaguei nenhum comentário seu... nãoooo...
MAs quero que você saiba, que sou iniciante, nesse mundo blogal...rsrss e com certeza, andei dando algum passo errado e acabei cometendo esse engano...
Perdão!!!
Torço para não cometer mais essas falhas... ainda mais com você que foi tão gentil...
Obrigada pelo alerta tá?
Adorei seu blog....
Abraços meu amigo mais novo!!!rs

Bom domingo!

Marilis

Ana disse...

escrevo-te dizendo.te que me tocas no mais fundo de nós nem sabes como quero ser em ti
amar é o único som lindo existente na celestialidade do universo
escreve-me
fala-me ao ouvido
quero voar ao som do teu toque das tuas palavras do teu erotismo que é também meu...