Google Translate

Dollores!!!- II Parte.- O encontro marcado!!!

segunda-feira, 16 de agosto de 2010.
******Ao se recordar da figura do jovem rapaz que há dois dias atrás atendera na farmácia que trabalhava vendendo-lhe um remédio para curar sua gripe, um sentimento de surpresa toma de assalto á Dollores, afinal, apesar de ter-lhe dado o numero de seu telefone, ela realmente não esperava que este fosse ligar.

******Ao mesmo tempo em que este citado sentimento de surpresa tomava-lhe conta, um outro resolvera apropriar-se também dela, o da satisfação de ter recebido o telefonema daquele mancebo que, tinha achado muito gentil e simpático.

******Como dissera antes ao jovem que atendera na farmácia em que labutava para conseguir o pão de cada dia, Fazia uma semana que tinha chegado á Santos, a mais bela e importante cidade do litoral santista.

******Dollores tinha vindo da cidade de São Paulo junto com uma prima chamada Fátima e uma amiga que atendia pelo nome de Cláudia para tentarem juntas, a vida por aquelas bandas, já que o mercado de trabalho na grande capital paulista estava de difícil acesso para estas moças.

******Tinha deixado lá em São Paulo um noivo com quem tinha rompido um relacionamento amoroso de três anos, o motivo do término do noivado foi porque havia pegado o sem-vergonha aos beijos e abraços com uma velha amiga sua do bairro paulistano onde morava desde a sua mais tenra idade.

******A decepção com aquele calhorda fora grande, afinal traí-la com uma de suas melhores amigas fora um ato sórdido de sua parte e que ela não merecia em hipótese alguma, afinal tinha lhe dedicado todo o seu amor, carinho e, sobretudo respeito naqueles três anos de relacionamento afetivo que tinham tido juntos.

******Tal decepção provocada por aquela desilusão amorosa fizera com que tomasse uma séria decisão, a de não se envolver tão cedo com ninguém. Afinal sua confiança no sexo masculino estava abalada.

******No entanto, Dollores sem saber muito o porquê do motivo, havia se simpatizado com aquele rapaz de fala macia e dono de uma comunicação fluente.

******Lembra-se nitidamente de seu sorriso atraente de dentes brancos e perfeitos em sua constituição, parecia á ela que os esmaltes deles nunca na vida fora uma vez que fosse maculado por uma cárie sequer.

******Havia também aquela áurea de charme que o envolvia inteiramente, embarcando quem estivesse muito próximo á ele. Em uma só palavra, pareciam-lhe impossível que alguém pudesse resistir-lhe aqueles seus encantos por mais que se tentasse.

******Esquecendo-se inexplicavelmente do propósito que fizera á si mesma de não procurar envolvimento romântico tão logo, pelo menos até conseguir se recuperar do duro golpe que recebera do ultima relação amorosa que teve á poucos meses atrás, Dollores resolve aceitar o convite do jovem rapaz ao telefone, chamando-a para sair naquele mesmo dia, pois como teria outra folga somente na próxima semana, ambos teriam que aproveitar a oportunidade que se lhes oferecia naquele instante de forma sorridente.

******Combinado horário e local, eles iam quase desligando quando Dollores lembrou-se que até aquele momento não sabia o nome do dito jovem rapaz que á estava envolvendo quase sem ela perceber.

******Sorrindo do outro lado do mono-fone, ele responde-lhe que seu nome era Arlindo Casanova, e pede-lhe desculpas pela sua falta de atenção e isso pelo fato em ter se esquecido de lhe referir seu nome quando perguntou o dela, quando ambos tinham se conhecido na farmácia de seu Joaquim, patrão de Dollores.

******O ponto de encontro do casal foi na bomboniere de dona Judite, essa doceria era muito freqüentada pelos casaizinhos daquele bairro onde eram moradores.

******Na verdade aquela bomboniere já tinha se tornado campo de suas conquistas amorosas, sendo deste modo, Arlindo Casanova achava que ele lhe dava sorte, por isso nunca marcava em um lugar diferente quando uma nova vitima lhe era apresentada pelo destino.

******Por que mudar o local de encontro se aquele tinha energias benéficas que o ajudavam na hora da conquista do coração feminino?

******A maestria de Arlindo na arte da conquista seria de causar inveja ao próprio Diacomo Casanova, neste caso, o Casanova célebre, personagem histórico da Itália do século XVIII que tinha ficado famoso pelas histórias de suas conquistas sentimentais.

******Pois para este outro Casanova anônimo do século XXI, a conquista de uma mulher era ciência e arte juntas, e tinham de ser bem conhecidas e aplicadas com precisão e cuidado esmerado.

******Por isso para Arlindo Casanova a escolha do perfume adequado para a ocasião era importantíssima, afinal qual mulher em sã consciência não gostava de um homem cheiroso, perfumado com bom gosto e requinte?

******A roupa que iria usar para o encontro também deveria trazer a marca de sua estampa pessoal refinada, assim semelhantemente eram com seus sapatos pretos bem engraxados e por este mesmo motivo impecavelmente brilhantes.

******Dollores já se encontrava na bomboniere de dona Judite, sentada á uma das mesinhas do recinto, uma que ficava próxima á vidraça da qual podia ser vista a rua por completa, populando de pessoas andando por toda a sua extensão.

******Nisto a jovem moça enxerga vindo do outro extremo da rua, se aproximando pela calçada oposta de onde estava situada a bomboniere, um garboso e belo rapaz, de imediato ela o reconhece,era ele.
Continua...

ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.

---
Você poderá ler a terceira parte desta crônica clicando neste link: Dollores- III parte- Preparando o almoço de boas vindas!

6 Comentários:

Aмbзr Ѽ disse...

Até a parte 2 perdura o perfil dos personagens: a moça bastante ingenua, o rapaz de segundas intenções... é ve o que
o ocorre na ultima parte.


http://terza-rima.blogspot.com/

Fernández ♠♠ disse...

Eu até que gostei, embora a historia tenha tomado um rumo diferente do esperado.

Lou Albergaria disse...

Seu texto é muito fluente e gostoso de ler.

Te sigo com muito prazer.

Depois vá me visitar:
http://lobaderayban.blogspot.com/

Beijão!

Levo teu banner.

Lou Albergaria disse...

Estou tão afobada que agora que vi que já comentei esse post.

Lindo anjo,

há presente para você no blog Lupino.


BEIJÃO!!!!

Lou Albergaria disse...

Então eu sou a Lupina mais sensual e bela da web? Adorei...

Tenha um lindo dia, meu anjo!

Beijão!!!

poetik disse...

Descobri este lugar vindo do blog TREZA RIMA…
E este lugar é sem duvida um lugar cheio de “letras” e não há anjo que carregue elas todas…

Voltarei…

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory