quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Dollores- III- Parte- Preparando o almoço de boas vindas!!!

******Após aquele encontro vieram mais dois, e no terceiro deles Dollores acabou aceitando o pedido de namoro de Arlindo.

******Ela lhe havia explicado ao se encontrarem pela primeira vez na bomboniere de dona Judite que, não desejava se envolver com ninguém por um bom e longo tempo, e isso por causa da traição suja da qual fora vitima por parte de seu ex-noivo juntamente com sua amiga de infância e adolescência quando morava na cidade de São Paulo.

******Tal discurso ela repetiu na segunda vez em que se viram, e em telefonemas que Arlindo lhe fez anteriores a sua terceira saída juntos, onde como foi dito Dollores havia cedido aos constantes pedidos para que pudesse entregar seu coração nas mãos dele que se mostrava um pretendente bem intencionado.

******A paciência invencível, e o poder da persuasão de Arlindo Casanova eram dois elementos que formavam uma malha espessa de onde seria praticamente impossível da pobre Dollores escapar dela.

******Os meses foram se passando, a intimidade do casal crescia como era de se esperar de qualquer relacionamento amoroso como aquele.

******Dollores estava feliz com seu Arlindo, afinal o rapaz lhe parecia um sonho bom de tão perfeito que este lhe era.

******Pois Arlindo era a própria imagem do namorado perfeito, sempre prestativo, gentil e educado. Nesses meses todos de relacionamento do mais novo casal do bairro ele nunca se indispusera com Dollores, nunca cometera um só ato de grosseria que fosse contra ela.

******Para a jovem paulistana uma palavra somente poderia definir Arlindo, o homem pelo qual aos poucos estava se apaixonando, e esta palavra era “lorde”, sim para Dollores seu mais novo namorado não passava de um autêntico lorde inglês.

******Estando com seu cartaz em alta com Dollores, Arlindo Casanova tinha privilégios como ter a chave da casa onde sua namorada morava com sua prima e uma amiga.

******Estas duas gostavam de Arlindo pelo simples fato dele ter conseguido reparar o coração partido de sua amada parenta e amiga.

******Afinal ambas tinham sido testemunhas oculares de todo sofrimento que esta tinha passado por causa da trairagem que lhe foi impingida por aquele casal de Judas Iscariotes, compostos por Flávio seu ex- noivo e Edília da qual juntamente com a própria Dollores foram amigas desde o tempo em que não passavam de crianças pequenas.

******Tudo ia então á mil maravilhas, quando Dollores recebeu um telefonema interurbano de São Paulo, quem lhe fizera tal ligação fora sua tia Augustina Canta Leão.

******Esta tia pelo lado materno era uma fervorosa viúva evangélica que havia criado e educado Dollores desde que esta era um bebe, e perdera de forma trágica sua mãe no seu parto, que grávida fora abandonada por seu jovem pai com o qual, sua falecida genitora namorava na época.

******Ela desceria a serra do Mar vinda da grande capital Paulistana, acompanhada de Aristóteles, seu futuro genro, o jovem noivo de sua filha Fátima, este que por sua vez, era irmão de Cláudia, respectivamente a prima e amiga de Dollores.

******Aristóteles era boxeador profissional, tinha deixado o amadorismo deste gênero esportivo á muito pouco tempo, já conseguira ser vice-campeão brasileiro e campeão paulista na categoria de pesos pesados.

******O talentoso boxeador vinha juntamente em visita com a sua sogra, matar saudades de Fátima com quem estava noivo já fazia bem uns cinco meses.

******A falta de sua bela e jovem noiva apertava-lhe seu peito, causando-lhe uns sentimentos de vazio e tristeza muito grande.

******Assim que desligou o telefone, Dollores escutou a porta de entrada da casa sendo batida, eram Fátima e Cláudia que vinham chegando juntas trazendo consigo pães quentinhos da panificadora que ficava próxima de onde moravam.

******Muito contente com que tinha para lhes falar, contou-lhes a novidade da visita de tia Augustina e Aristóteles, ambas as moças ficaram alegríssimas com a boa nova que tinham acabado de receber da boca de Dollores.

******Pois as duas tinham motivos para tanto, de sua parte Fátima poderia matar as saudades de sua querida mãe e amado noivo, pois aqueles dois lhe faziam muita falta. Cláudia por sua vez poderia matar as suas, revendo seu irmão Aristóteles com o qual era muito apegada.

******Não agüentando de tanta felicidade saber que depois de alguns longos meses que residia na baixada santista iria receber a visita de sua amadíssima tia Augustina, Dollores resolve telefonar para Arlindo para notificá-lo da alegre novidade da chegada á sua casa daquela que considerava ser sua verdadeira mãe.

******Pois essa moça mais do que ninguém, sabia a verdade da frase que diz o seguinte:- Mãe não é aquela que dá a luz á um filho, mas quem o cria!

******Estando em uma repartição publica, Arlindo atente o telefone que fica em cima de sua mesa de trabalho, o jovem rapaz se mostra feliz com á noticia dada por sua namorada, e até passa para Dollores uma idéia á qual depois de ouvi-la, ela acha até que é muito boa.

******Tal idéia se resume em que façam um almoço de boas vindas aos visitantes vindos da grande capital paulista ao mesmo tempo em que ela, Dollores poderá neste evento familiar, aproveitar seu ensejo e apresentar Arlindo como seu mais novo namorado.

******Assim que desliga o telefone em sua casa, Dollores passa a idéia á suas duas companheiras de moradia, ao que elas sorridentes mostrando contentamento aprovam-na de imediato, e lhe dizem que á ajudaram em tudo que for necessário para os preparativos para o tal almoço de boas vindas para Tia Augustina e o jovem boxeador Aristóteles.

******Dollores lembra-se que no dia em que estava para receber a visita de sua tia e do noivo de sua prima Fátima, ela e suas duas amigas acordaram cedo e fizeram uma faxina em casa.

******Terminada todo o serviço de limpeza doméstica, elas resolvem partir para uma feira de frutas e verduras que é armada toda sexta-feira próxima a sua residência, para logo depois irem ao supermercado, afinal tinham de ter logo cedo todos os ingredientes em mãos para a feitura do almoço que iriam promover naquele dia muito feliz para seus três corações de jovens moças.

******Lá para as onze horas da manhã e já estando em casa, Dollores atende ao telefone que toca tendo Fátima e Cláudia na cozinha cuidando dos detalhes finais dos pratos preparados para o delicioso banquete de boas vindas á Tia Augustina e Aristóteles.

******Após desligar ela adentra á cozinha dizendo às amigas que era Tia Augustina ao telefone dizendo que chegara com Aristóteles na rodoviária de Santos, e que logo pegariam um taxi para poderem se dirigir ao endereço de onde moravam.

******Então já conseguindo terminar tudo que era referente às guloseimas do almoço familiar que logo mais ocorreria naquela casa, as moças pensam em tomar um banho e de se arrumarem para receberem as visitas que já estavam praticamente á sua porta. Fátima decide ser a primeira a adentrar ao banheiro e promete ser rápida em se lavar para não poder atrasar as outras duas que precisavam assim como ela própria, tirar o pó e o cansaço do corpo.

******Enquanto Fátima está cuidando de banhar-se, de súbito Cláudia se lembra que não apanhou nenhum DVD na locadora, e disse a Dollores que seria muito chato se não tivessem nada para assistirem todos juntos, mais tarde com a chegada da noite.

******Ela sabia que tanto Tia Augustina como seu irmão Aristóteles gostavam de se entreter com uma boa superprodução hollywoodiana.

******Como a locadora de DVDS era muito próxima a sua residência, elas resolvem irem juntas até lá para alugar um filme que fosse interessante, de preferência um lançamento que são aquelas películas mais procuradas pelos cinéfilos de plantão.

******Quando já estavam do lado de fora do portão de sua casa o celular de Dollores toca.

Continua...

ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.

__
Leia a IV parte desta crônica clicando neste link: Dollores- IV Parte- Acontecimentos inesperados!

3 comentários:

Proibida disse...

eu vejo q esta história está cad vez mais perto de nos surpreender.

abraços.

Stúdio Green Heart disse...

Oi tudo bem?

Muito legal seu blog.

Quando tiver um tempinho de uma olhada no nosso blog.

Somos um stúdio de publicidade...

Relacionado ao meio ambiente.

Além de divulgar nosso trabalho falamos de algumas preocupações ambiente.

E também colocamos histórias em quadrinhos.

O blog está sendo atualizado diariamente.

Beijos.

Tina Glória

Lou Albergaria disse...

Ôi, Meu Anjo,

Então, quer dizer que cinéfilo de plantão só gosta de lançamentos?

Ainda bem que meu preferido é ÚLTIMO TANGO EM PARIS...rsrsrs

Saudades lupinas!

BEIJÃO!!!