Google Translate

Amarra-me com as cordas de tua libido!!!

quarta-feira, 22 de setembro de 2010.
*****Tu és o meu dono único e absoluto, e rendida aos teus pés eu mulher submissa me prostro. Não me negues meu devasso querido o hálito fresco e cheirando á hortelã de tua boca em um beijo bem dada na minha, ateando através dele fogo implacável de pura fome sensual em meu corpo de Eva do século atual.



*****Deste modo beija-me até a exaustão dos teus sentidos físicos, e até o orgasmo espiritual inexistente de tua alma. Beija-me até que possas me convencer com este teu maravilhoso ósculo que nenhum outro conseguirá fazê-lo deste modo que tu fizeste.


*****Amarra-me á vontade suprema de tua libido masculina, e não permitas meu adorável senhor do meu querer feminino desatar-me dos nós de tua corda, pois eles são os nós dos teus desejos mais proibidos e de natureza inegavelmente inconfessáveis.


*****Mantenha-me sempre presa á macheza de teu corpo de constituição viril, e atravesse o meu com o ardor afogueado dele, como uma lança pontiaguda transpassa veloz e certeira o seu alvo á qual foi arremessada.


*****Deixe com isso feito, com que me possa sentir de forma poderosamente intensa atravessada pela tua essência de homem conquistador, de possuidor inegável dos átrios sagrados daquilo que foi um dia o meu livre arbítrio, mas que agora se desvanece feito nuvem efêmera para dar lugar a minha entrega sem volta a tua vontade imperiosa.


*****Suplico-te de joelhos despida de todo meu amor próprio que me ames com a mesma força da paixão que um vampiro tem pelo sangue de sua vitima, e tal qual este nosferatu não pode continuar á viver sem beber do liquido sanguíneo que corre nas veias desta sua referida presa, que tu te sintas também incapaz de continuar á respirar se deixares de dedicar-me teu sentimento romântico mais puro e de anima devoradora.


ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.

1 Comentário:

Aмbзr Ѽ disse...

esse sentimento está muito bem descrito, parabéns.

http://terza-rima.blogspot.com/

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory