Google Translate

Tu és o meu cativeiro e a minha mais autêntica liberdade!!!

quinta-feira, 23 de setembro de 2010.
*****Então tu me feres o corpo com seu toque felino acendendo nele as luzes do desejo, eu sei que é do teu conhecimento que ao fazeres isso comigo não consigo deixar de andar sobre a claridade de tais luzes.



*****Eu tenho a nítida impressão de escutar a voz de um anjo á me cantar uma belíssima canção de amor quando me encontro andando do seu lado, e ainda ao sentir a graça bendita do teu beijo em minha boca, pareço estar ouvindo Deus tocando com doçura o seu violino ao se sentir em um dia feliz.


*****Por tudo isso que acontece comigo quando usufruo de tua presença junto á mim, é que clamo á Cronos para que não permita que as horas voem apressadas fazendo com que o tempo de ires embora para tua casa chegue tão rapidamente.


*****São suas mãos que formam a teia de uma sedução irresistível que me deixa preso em seus fios dos quais não posso escapar, pois como presa fácil fico grudado neles.


*****Desta forma torno-me uma vitima fatal em teus braços de mulher de essência encantadora, afinal capturado desta forma pela fêmea predadora que tu bem és, eu não tenho e nem quero ter a mínima chance de escapatória.


*****Reconheço á quem quiser saber que, apenas estando encerrado na gaiola de ouro do teu corpo desnudo é que experimento a mais autêntica das liberdades que um homem possa experimentar.

ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.

1 Comentário:

Proibida disse...

dualidade de sentimentos entre a entrega e afuga. amei.

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory