quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Tu és o meu homem, o meu fruto proibido!!!

*****Tu sabes muito bem como me deixar alucinada, tornando a minha cabeça semelhante á um redemoinho de pensamentos e desejos sensuais, numa situação em que te transformas no meu fruto proibido.



*****Pois sei que tens a tua esposa em casa, mas vive á me dizer que nos braços dela ultimamente não tem te encontrado com a emoção romântica e o gozo de natureza carnal.


*****Tenho consciência que estou errada em envolver-me com um homem comprometido, mas há muito perdi a minha razão, sendo possuída pelo teu espírito de macho sensual, sedutor e de bom amante.


*****É em tua boca vermelha e de lábios recheados de muita carne que me encontro com a serpente maligna da tentação, ela que me faz refestelar com teus beijos adúlteros e que carregam neles uma doçura tão grande que, palavras nem humanas e nem angelicais podem dizer o que esta doçura em termos de delicia realmente é.


*****Apesar de não podermos vivenciar às claras luzes este nosso amor de força tão pungente, te afirmo meu querido que tu és a minha paixão mais avassaladora, a minha atração absolutamente fatal, a minha alegria de um lirismo totalmente puro e pleno e com toda certeza a completa e perfeita definição do conceito de felicidade que nesta minha vida eu já conheci.


ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.

Um comentário:

Aмbзr Ѽ disse...

triangulos amorosos e amores proibidos, sempre alvo dos escritores. é tentador sempre.

http://terza-rima.blogspot.com/