Google Translate

A garota Satã!!!- Os olhos da mente de uma vampira!!!- X- parte.//Crônicas de Salém.

sábado, 5 de fevereiro de 2011.
       Então de súbito, Ivan Mitriac interrompe Rafaela e dando alguns passos á frente, quebra um elo daquele circulo formado e fechado de vampiros, a expressão de seu rosto parecia estar lívida de uma raiva cega e monstruosa, sua voz parece transmiti-la quando ele a levanta no recinto:- Cale a boca Gabrielles, como ousa além de vir disfarçada invadir nossos domínios, ainda querer levantar dúvida na cabeça de nossa soberana Rainha, sobre a fidelidade de nós os seus servos que, prestamos amorosa e fiel vassalagem a sua suprema vontade?Pois eu não permitirei tal despropósito em nosso meio, basta com todas essas suas tolices, eu mesmo a matarei com minhas próprias mãos, e agora mesmo!

       De forma ameaçadora, Ivan caminha na direção de Rafaela que recua alguns passos como querendo se proteger do seu ataque eminente. No entanto, o vampiro de cabelos loiros é obrigado á interromper sua investida contra a caçadora de vampiros, ao ouvir a uma voz imperiosa que lhe é bradada aos seus ouvidos:- Pare onde está Ivan, eu proíbo á você e qualquer outro vampiro aqui que toque um dedo sequer em Gabrielles e seus comparsas até que eu dê a minha ordem. E outra, que fique bem claro desde já, que quando for chegada a hora, esta garota é minha e de mais ninguém, eu é que sugarei seu odioso sangue até á ultima das gotas e farei isso sozinha, agora enquanto ao que se refere aos seus companheiros, permitirei á todos os meus servos que estão presentes neste instante diante de mim, que se sirvam á vontade!

      Tal voz de tom imperioso era de Camilla Armand, mesmo assim Ivan tenta debater com ela acerca daquela sua decisão de não lhe permitir que ataque á Rafaela:- Mas minha Senhora... Eu lhe suplico... Deixe-me silenciar esta caluniadora que ousa aqui denegrir a imagem daqueles que te servem com fidelidade perfeita!

-Basta Ivan, recue e deixe-me ouvir a caçadora de vampiros, ou pagará com sua própria vida por tal ato de desobediência a uma ordem imperial. Quero escutar atentamente o que essa garota tem a me dizer e se eu, por um acaso, sentir ou acabar descobrindo alguma mentira em suas palavras, prometo que sua morte será duas vezes pior em dor e sofrimento do que eu já houvera planejado para ela, e isso pelo simples fato de que além de ter sido até agora uma pedra no meu sapato desde que fui invocada do inferno, perseguindo e matando muitos dos meus seguidores, por também me fazer perder tempo precioso em ouvi-la com inverdades caluniosas.

       Ivan Mitriac não tem outra atitude que possa tomar a não ser recuar voltando para o seu lugar dentro daquele circulo vampirico que tinha quebrado saindo dele com o objetivo de atacar Rafaela, com a intenção clara de impedi-la de continuar com seu intento de fazer Camilla se lembrar de coisas que pareciam comprometedoras a alguns membros presentes ali naquele momento, daquela sociedade tenebrosa de vampiros chefiada por ela própria.

      Sentindo-se mais segura por estar livre do assédio de violência de Ivan, é Rafaela que desta feita se move dando passadas á frente, se aproximando do principal elo daquele circulo sinistro de criaturas das trevas que nos prendiam em seu epicentro. Tal elo não podia ser outro senão a própria Camilla Armand a senhora suprema de todos os vampiros.

      Rafaela de forma corajosa e ousada se achega tanto de sua oponente, que suas faces quase se tocam ante tal aproximação. Eu consigo notar algo inusitado, realmente inesperado, a vampira mostra por sua expressão facial, surpresa e até certo temor por aquela ousadia demonstrada pela caçadora de vampiros. Por alguns segundos que mais pareceram horas de toda uma eternidade, as duas garotas, duas ferrenhas e odiosas inimigas uma da outra, ficam assim, muito próximas, em uma posição frontal, cara á cara, olho no olho.

     O silêncio naquele momento no Caverna Cube era sepulcral, tanto é que, seria possível escutar se uma agulha caísse ao chão naquele mesmo instante... O semblante dos membros daquela horda de vampiros que nos cerceavam mesclava ódio e certo medo ao mesmo tempo, afinal o que aquela humana estava fazendo era algo que nenhum deles teria coragem de fazer, se defrontar daquele jeito com a filha do famigerado anjo rebelde que foi expulso do céu.

     Eu podia perceber que a respiração de todos ali estava presa, tanto de vampiros como de humanos. Eu sentia que algo importante estava para acontecer. Algo que influenciaria na vida de todos os envolvidos naquela situação macabra. Uma revelação seria feita. As palavras de Rafaela ainda queimavam em minha mente, quando me disse momentos atrás: -... Mas agora Gabriel, eu preciso que desta vez me escute com absoluta atenção, pois o que tenho para revelar aqui, diz muito á teu respeito também, nesta noite toda a verdade será revelada!

      Então aquele silêncio tumular é quebrado pela voz familiar de Rafaela que olhando profundamente nos olhos da vampira, diz-lhe:- Se eu lhe contar tudo que sei usando as minhas palavras, alguém aqui poderá dizer que minto por dois motivos, primeiro que sou uma humana, e o segundo será que, além disso, não passo de uma caçadora de vampiros, enfim o que diria poderia ser posto em xeque. Mas você filha de Satã, com seu grande poder hipnótico poderia entrar em minha mente e ver com seus próprios olhos mentais acerca da veracidade daquilo que está guardada dentro dela, e que se relaciona com que quero te revelar. Sendo assim eu não teria como mentir, pois não usaria minhas palavras e nem estaria sobre o controle de minha mente para poder fazê-lo. Então eu permito que me hipnotize agora e traga á tona toda a verdade que precisa saber para lembrar-se do que acabou esquecendo.

       Neste momento em que Rafaela conclui a sua proposta de ser hipnotizada á vampira, é possível se escutar um gemido em meio aquela turba vampirica que enche todo o Caverna Cube.

       Sem perder mais tempo, Camilla segura com uma de suas mãos a face de Rafaela e a puxa na direção da sua, a pouquíssima distância que afastava o rosto de uma para o da outra é extinta. Suas faces agora estão coladas, seus lábios se tocam levemente, tal contato dura apenas alguns poucos minutos. Camilla Armand solta o rosto de Rafaela que recua alguns passos, e então está feito.

       A caçadora de vampiros Rafaela Gabrielles se encontrava naquele instante em total transe hipnótico.

       Camilla ao juntar seu rosto com a de sua arquiinimiga entrara em sua mente, pois a vampira ao provocar tal contato facial entre ambas, fez isso com o simples objetivo de poder olhar para o fundo dos olhos azuis escuros de Rafaela, para poder assim mais facilmente hipnotizá-la.

       Agora a filha de Satã transitava livremente pela mente de Rafaela, e podia com o seu olhar mental ver tudo que esta sabia de verdadeiro do que lhe ocorrera depois do ataque que esta sofreu por parte dos caça-vampiros.

        Camilla se vê então dentro do carro e está prestes á morder o jovem adolescente, uma vez que já atacara e sugara o sangue todo dos pais dele.

        Então ela se assusta, pois desta vez consegue ver claramente o rosto do rapaz, reconhece aquela fisionomia que lhe é tão familiar. É Gabriel, aquele que havia escolhido dentre todos os homens da terra para ser seu eterno e vampirico noivo.

       Agora ela sabe por que daquela sensação esquisita que tivera, ao prestar de forma mais minuciosa atenção nele quando por uma segunda vez se esbarraram nas dependências do Dante Alighieri. A sensação de que já o vira antes em algum outro lugar. Só que não conseguia por mais que se esforçasse se lembrar de onde.

      Mas agora sabia. Fora no alto da Serra do Mar, mas precisamente na rodovia Imigrantes, no dia que fora invocada dos abismos infernais para este mundo, e naquela data, para matar sua sede por sangue humano, vitimara os pais dele e por pouco quase o matara também, se não fosse por uma súbita e repentina intromissão que fora providencial para salvá-lo de suas garras mortais.

     Quando está próxima de morder a jugular de Gabriel, ouve então do lado de fora do veiculo um grito, este é seguido por um jorro esverdeado do que ela reconhece ser o disparo de um raio místico de grande poder contra si, para atingi-la daquela forma tão dura e dolorosa sua origem só podia ser sagrada, alguma arma abençoada pela Igreja.

     Mãos humanas abrem a porta traseira do veículo onde a vampira e o rapaz que se encontrava em estado de transe hipnótico assentava-se. Ela então é puxada para fora do carro, Camilla agora se enxerga cercada pelos seus mais terríveis inimigos, eles querem matá-la, isto é algo que se vislumbra claramente em seus olhos que demonstram repulsa por sua natureza vampirica. A filha de Satã sabe, eles são caçadores de vampiros.

      Tais exterminadores dos filhos das trevas compõem pelo que ela agora vê, o numero de seis pessoas, três homens e três mulheres.

      O que parece ser o líder, o mais velho, empunha um cajado, uma arma sagrada e de grande poder místico. O cajado de frei Agostinho. Por aqueles dias ela ainda não sabia o que tal objeto sacrossanto era, pois Camilla havia acabado de adentrar aquele estranho mundo dos humanos, muitas informações lhe seriam passadas e assimiladas somente mais tarde.

      Hoje já era de seu conhecimento que tal cajado e a cruz sagrada de Salém eram as duas únicas armas neste mundo que podiam matá-la.

      E ambas estavam na posse de duas poderosas sociedades secretas de combatentes de nosferatus, a Confraria do cajado de santo Agostinho, estes vindos da cidade de Santos, e a irmandade da cruz da cidade de Salém.

      As cenas agora que se desdobravam diante dos seus olhos são terríveis, a mente de sua arquiinimiga Rafaela Gabrielles era como se fosse uma tela de cinema em três dimensões, onde ela não só podia assistir mas também sentir as sensações horríveis que emanavam do que contemplava nela.

     Os caçadores de vampiros lhe gritavam impropérios, jogada ao chão, acuada entre eles e os pneus do automóvel do qual fora retirada, ela grita-lhes para que a deixem em paz e os ameaça matá-los á todos se assim não o fizerem.

     Neste momento tudo acontece de forma muito rápida, aquele que segurava o cajado sagrado se aproxima de Camilla, ele então o aponta na direção dela que continua caída ao chão, suas forças lhe parecem esvair de seu corpo de morta viva. Parecia que o seu extermínio pelas mãos daqueles caça-vampiros seria certo.

    Em um ato de desespero a filha de Satã subitamente levanta-se e agarra-se ao cajado, tanto ela como o caçador de vampiros seguram-no firmemente com as suas duas mãos. Camilla olha bem no fundo dos olhos do líder dos caça-vampiros e lhe diz:- Você alguma vez já hesitou no cumprimento do seu dever sagrado?- a vampira então espera, e percebe uma vacilação no olhar do ancião, aquilo era uma resposta a sua pergunta, sim, ele no passado já houvera falhado em cumprir com seu trabalho de combatente das forças do mal. Aquilo fora o bastante, causando com essa sua descoberta repentina uma hesitação ainda que breve no caça-vampiro, Camilla pronuncia algumas poucas palavras em um dialeto vampirico antigo e há muito esquecido, de um feitiço diabólico de grande poder, ela faz isso ainda segurando com firmeza o cajado sagrado de frei Agostinho.

   Então acontece uma explosão enorme que lança á ambos que seguram a relíquia sagrada assim como quem os cerca á uma distância razoável do veiculo dos pais de Gabriel.

   Além da luz de cor esverdeada que já vira antes, agora Camilla enxerga outra de cor vermelha também, á envolvendo totalmente fazendo com que uma dor brutal se manifeste em sua cabeça, então tudo se apaga a sua volta.

Continua...

ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.     

6 Comentários:

Rart og Grotesk disse...

vamos esperar o próximo capítulo!
gostei do blog, estou seguindo!
Gostaria que conhecesse meu blog de arte obscura http://artegrotesca.blogspot.com
bjos

Rart og Grotesk disse...

Olá Elton! Obrigada pela visita em meu blog! Estou te seguindo com meu nome "Denise Fernandes", sem foto.
É que no comentário eu apareço com nome de meu blog. Já como seguidor, apareço com meu nome mesmo.
Até mais! Seja sempre bem vindo por lá!
Bjos

Vivian disse...

Olá,Elton!!Bom dia!

Que bom que está de volta!
E está cada vez mais misterioso!!
Vai desenrolando a história, e nos mostrando só um pedacinho por vez!!
Está muito bom!
Beijos!!

Susy Ramone disse...

Oi amigo!!!!
Muito legal, hein!
Kisses

Susy Ramone disse...

Olá! Tudo bem?
Quer concorrer a um exemplar do livro O Anjo Maldito?
É muito fácil, veja:
http://susyramone.blogspot.com/2010/12/promocao-o-anjo-maldito.html

Bloody Kisses!

Historia de vampiros disse...

oi tudo bem!... eu estava passando pelo seu bloge gostei muito!... eu te linkei em meu blog!.. espero que retribua... link-me! http://naofoirevelado.blogspot.com.br/ obg...

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory