sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Nau dos nossos desejos!!!

      Sua boca grita prazeres incendiários, que incendeiam o nosso cobertor durante o inverno, que nos aquece mesmo estando nós dois totalmente pelados.   Minha pele despida não só de roupa, mais de toda vergonha existente, grudada na sua transpira indecência, mas não uma qualquer, falo de uma indecência vertiginosa, que me dá uma real impressão que estou dentro de uma montanha russa de sensações e desejos.

      Minhas mãos tateiam sua pele morena, passeiam em sua cútis sedosa, como dois anjos que caminham entre nuvens de algodão. Aperto-te entre as palmas dessas minhas mesmas mãos, afinal quanto lhe toco deste modo, um desejo irresistível toma todo meu ser de assalto. Então perdendo absolutamente o controle, faço a nau de minha língua desmesurada, navegar no mar do teu corpo de fêmea adorável.

      Nesta navegação libidinosa, eu descubro novas terras onde o prazer resolveu também fixar sua morada. A bússola de minha alma apaixonada faz com que eu não me perca neste mar gigantesco que é toda essa sua estrutura corporal.

      O cheiro que brota de sua carne bronzeada, me extasia, ele parece vir direto dos átrios de um Olimpo onde deusas profanas ardem em um orgasmo continuo e eterno. Eu deste modo lambo-te de alto a baixo, da sua cabeça aos seus pés, sorvendo em meus lábios rosados seus suores e os fluidos deliciosos que, brotam da fruta de formato piramidal que as colunas sagradas de suas coxas, guardam em seu meio.

ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.

Venha navegar comigo um pouco mais nessa nau: Nau dos nossos desejos - o vídeo!!!

5 comentários:

Vivian disse...

Bom dia,Elton!!

Uau! Muito intenso!
Muito bem escrito!
**Não vais continuar a garota satã?

Beijos!!
Bom final de semana!!

Amapola disse...

Boa tarde, querido amigo.

Nossa... Nunca li algo que falasse de sexo e paixão, de uma forma tão quente, intensa... sensual e ...verdadeira.

Um grande abraço.

Muito obrigada pela honra da sua visita, e pelo belo comentário gentil.

Luiz Neves de Castro disse...

Elton, a nau dos nossos desejos é uma arca de capacidade infinita. Seu texto reflete muito bem isso.
Quero também agradecer ao comentário feito na Egrégora: Carrancas Literárias sobre o fragmento-5 de Parabólicas e Mandacarus. Aquelas Mulheres, são reais no imaginário masculino e estão sempre a espera de amantes na surreal cidade de Riopara.
Um grande e fraterno abraço literário

Sorry i cant fly... disse...

Realmente. Intenso. Libidinoso. Também prazeroso de ler ;)
Bjlhões.

Susy Ramone disse...

Olá my angel!!!!
Mas que lindo hein!
Hot hot hot....
Tenha um ótimo domingo e uma semana muito iluminada!
Bloody kisses!