terça-feira, 29 de março de 2011

A fogueira está acesa!

     Segure-se garota, eu estou com as minhas mãos bem agarradas no volante e com o meu pé fortemente enfiado no acelerador, vamos queimar a borracha dos pneus no asfalto da loucura.

     Com a capota levantada, quero sentir o vento soprar nos cachos de nossos cabelos longos, desejo fazer eclodir em nosso peito uma fúria de origem juvenil.

      Beije a minha boca que está faminta pela sua língua que tem o sabor delicioso do pecado, peço-te unicamente menina, que esse ósculo que irás me conceder, esteja cheio de paixão incendiária.

      O céu está noite está grandiosamente estrelado, ele parece um véu negro pontilhado por pequeníssimas fadas cintilantes, elas nos dão a sensação de que só estão lá, para assistirem a nossa dança ritualística do amor em torno da fogueira que acendemos sob a areia da praia.

     Vamos dançar baby a dança ritualística. Vamos invocar os espíritos dos velhos índios xamãs, e que eles nos cerceiem com o incenso de sua magia, sendo assim, que nossas almas vomitem toda impureza vinda de nossa desumanidade.

     Dancemos até a exaustão de nossos corpos, chegando a transpirarmos pelos nossos poros a ultima gota de nossa devassidão mais crua. Deixemos à fumaça de o incenso nos levar com ela, ao oásis psicodélico de um êxtase orgástico de sensação animalesca, que nunca antes nenhum de nós dois já ousou experimentar.

ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.

A fogueira está acesa, tu vens comigo garota???

A imagem usada para ilustrar o texto acima, é do Festival de Woodstock, um festival lendário de musica rock, que foi realizado entre os dias 15 e 18 de agosto de 1969 na fazenda de 600 acres de Max Yasgur na cidade rural de Bethel, no estado de Nova York, nos Estados Unidos da América.

9 comentários:

CLAUDIA disse...

Olá querido Elton!
Ficou lindo o texto com toda essa magia envolvida,teve muito bom gosto nas palavras e esta do seu jeito intenso.Parabéns por mais essa linda criação.
Bjos em seu coração com cheirinho de Jasmin

Flávia Fernanda disse...

Este blog é uma maravilha! Esse poema é de uma imensa magia mesmo!
Abraços

Vivian disse...

Bom dia,Elton!!

Belo texto!!
Intenso e irresistível!!
Parabéns!!
Beijos!!

nicoli dauzacher disse...

achei lindo demais esse texto, adorei essa parte:
Beije a minha boca que está faminta pela sua língua que tem o sabor delicioso do pecado, peço-te unicamente menina, que esse ósculo que irás me conceder, esteja cheio de paixão incendiária.

realmente, tu escreve muito bem, a pessoa acaba se interessando em ler esses textos lindos e muito bem escritos por você. Parabéns.

http://garotaadolescenteestilosa.blogspot.com/

Amadeu Paes disse...

Olá Elton!

Gostei do seu texto, trás uma nostalgia de uma época que não volta mais

dja disse...

uauuuuuu homem combustão pura.

Que intensidade aiiii

Lindo, adorei.

beijocas.

Susy Ramone disse...

Elton, meu anjo lindo!!!!
Você não tem idéia de quanto seus comentários me fazem feliz! É pra vc e para os meus queridos leitores que dou o melhor de mim.
Esses seus textos calientes me deixam maluca, confesso.
Não só pelo erotismo, mas pela combinação perfeita de palavras, por exemplo: "...parece um véu negro pontilhado por pequeníssimas fadas cintilantes..." ou "...sendo assim, que nossas almas vomitem toda impureza vinda de nossa desumanidade..."
Parabéns pelo seu talento! Eu é que sou sua fã de carteirinha!!!
Bloody Kisses!

Cristal de uma mulher disse...

Fortes palavras cheias de paixão e gozo. Hummm..muito bom saborear o arraial de sensações querido amigo.

Olha as poesias são minhas vindas de meu coração e de minha alma quente como fogo. faltando aquele para apaga-la..rsrsrrs..brincadeirinha... rsrsr

meu lindo obrigada pelo comentario e vou te levando tb a esta parceria.

beijitos e beijitos

Jackie Freitas disse...

Olá Elton querido!
Ao ler o seu poema fiquei pensando na liberdade adolescente de brincar em volta da fogueira, apreciar uma noite de luar, seguir esse ritual da paixão, onde os desejos dançam juntamente com as labaredas da fogueira...
Olha...poema ardente, viu? Gostei muito! Parabéns! Você escreve com muita segurança e sabe onde quer chegar e o que quer passar!
Grande beijo,
Jackie