Google Translate

Circulo de luxuria!

segunda-feira, 26 de setembro de 2011.
            Tu me tocas profundamente com essa tua sensualidade dilacerante, que corta com o fio dela a minha alma e corpo. Então sangro profusamente ante a tua divindade de mulher.

           Teus olhos com o poder do focar deles me excitam extasiando meu espírito, mergulhando-o em sensações de um deleite que se assemelha a um poço de prazeres sem fundo.

          A tua pele que é dona de uma maciez notável me convida a tocá-la com desejo, o fogo do querer então me incendeia sem piedade, e como um tocha humana queimo até chegar as cinzas nessa vontade louca em te possuir plenamente.

         Minhas narinas extasiadas inalam o cheiro de fêmea selvagem que tu és, odor esse liberado pelos teus poros abertos, pois teu corpo libertino não consegue de forma alguma deixar de responder a força sensual do meu toque.

         Ah, mulher de natureza lasciva, este teu cheiro me enlouquece inteiramente, faz com que os vulcões dos meus sentidos todos entrem em erupções plenas.

         A nossa luxuria nos coloca dentro de um circulo sagrado, onde os Deuses do amor sensual nos inspiram e nos assistem em nosso coito de emoções inigualáveis.

        Eros e Afrodite dançam sua dança extasiadora tocando nossas almas com sues pés, e fazendo nossos sexos acenderem-se como duas piras em chamas ao encontrarem-se em uma penetração profunda e que em sua sensação, assemelha-se a uma punhalada de prazer incomensurável.

        É dentro do teu corpo delicioso de bacante dionisíaca que esparramo meu mar de águas férteis e brancas, é no interior de tua pirâmide de mistérios orgásticos que faço pulsar minha serpente fálica, nesse momento represento-te o gamo-macho, o gamo-rei, o Deus supremo da fertilidade, o sacerdote do gozo sagrado de onde advém a vida.

ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS. 

Comentários:

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory