Google Translate

Teu corpo eu o quero além do desejo!

sexta-feira, 7 de outubro de 2011.

            Teu corpo eu o quero além do desejo, transcendendo a mordida na fruta libidinosa da fantasia em tomar-te por inteira, corpo, alma e tua desmesurada vagina.

            Teu sexo depilado no rasgar do verbo, a palavra dita porque realmente se quis dizê-la assim, suada, surrada em devaneios em querer praticar fetiches, fantasias coloridas pelo psicodelismo do coito, da relação amorosa, do suor escorrendo em bicas pelos poros abertos, dos corpos entregues ao exercício delicioso do ato incontido de se fazer amor.

            Os gemidos ancestrais que saem de nossas bocas, nossos antepassados voltam a entregarem-se ao leito dos deleites sensuais, através de nossas mãos, braços e pernas, por meio de nossas bocas que se tocam na penumbra do nosso quarto de noite.

            De nossas genitálias escorrem o mel do prazer, acendem-se nelas o fogo sagrado do templo de Dionísio, suas bacantes e ninfas cercam a nossa cama cantando seus louvores, cânticos pagãos em elogio ao vinho, a dança, a visitação dos corpos dos amantes a casa do êxtase do orgasmo portentoso.

           Tua boca me confessa loucuras da alcova, teus lábios róseos dão-me beijos de sensações inomináveis, eu pressinto a chegada dos pássaros litúrgicos da religião da sensualidade e do gozo ansiado.

            Na ferocidade fogosa de nossa relação corporal, os eunucos na planície da surrealidade, reconquistam a sua virilidade possuindo as virgens nascidas da espuma branca do mar. Este que recebeu nele o esperma escorrido dos testículos decepados de um deus pagão tirano.

ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS. 

Comentários:

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory