Google Translate

Dá-me o teu seio a sugar!!!

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012.
            Deixe-me deslizar a minha mão sobre esse teu corpo que tanto aprecio, permita-me sentir a gostosura macia da qual nele é uma realidade incontestável.

            Não me negues o prazer de beijar a tua boca, afinal é dela que sorvo delírios, que experimento vertigens sensuais que só são permitidos a poucos escolhidos sentir.

            Não feches para mim a porta do prazer infinito que é estar junto de ti, antes a escancare, para que eu possa passar por ela e me refestelar na sensação nirvânica que é a de me deitar em teus braços.

            Concordes em permitir que eu navegue no barco do teu corpo no oceano de nossas taras mais malucas, onde as ondas mais revoltas são da nossa obsessão em extrair o máximo do prazer do nosso enlace carnal.

            Não ligues nem um pouco, ah, meu amor viciante, se nossos gemidos e gritos de puro gozo sacudirem as paredes de nossa casa, parecendo um terremoto causado pelas nossas mais dementes safadezas.

            Convide-me sem pestanejar a sugar do mamilo enorme, redondo e delicioso deste teu seio belíssimo de mulher-musa, de mulher-deusa, de mulher-fascinação.

ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.

Dedico esta prosa-poética a todas as minhas leitoras que ao me ler, obtêm prazer para sua mente, alma e corpo.

Comentários:

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory