Google Translate

A Antiga Mãe!!!

sábado, 6 de outubro de 2012.
            Eu sou aquela que lhe é sagrada e habita em tua alma desde que era apenas um tenro rebento no seio uterino de tua mãe. Eu sou aquela que ainda não conhecias quando não passavas de um menininho a brincar sozinho pelos cantos da casa de tua família, entretanto, digo-te, que desde aquele tempo já me fazia constantemente presente junto de ti.

            Fui eu que através do amor de tua mãe terrena te ensinou a andar. Fiz-me mestra usando esta tua mesma genitora como meu instrumento divino e te instruí fazendo-o a aprender a ler e a escrever.

            Cuidei de ti em todos os momentos de tua infância, te protegi contra o ferrão do escorpião assim como do veneno da astuta serpente. Dei-te da minha sombra para poupá-lo do sol forte do verão, e matei tua sede dando-te de beber do meu próprio sangue, pois é dele que são feitas as águas doces dos rios e das fontes.

            Digo-te ainda meu caro menino, que foste neste mesmo período de tua existência, que com meu manto eu sequei tuas lágrimas de dor e aflição, e com o bálsamo da minha misericórdia maternal curei-te de teus males físicos.

            Em tua juventude adulta tolerei que seguisses a religião patriarcal do crucificado, onde Deus só pode ser homem, onde o seu sacerdócio só pode ser exercido por aqueles que portam em si a natureza masculina. Nela a mulher se enxerga como vinda da costela do seu conjugue, e por isso mesmo, tem de ser-lhe submissa, e é culpada pelo pecado ter entrado no mundo junto com todos os males que o acompanhando,vieram com ele.

            Mas digo-te que enquanto me ignoravas adorando apenas o Deus- Patriarcal, eu estava oculta mais uma vez, andando em teu encalço, disfarçada na Sagrada Virgem de Nazaré, ali mais do que nunca me fiz tua mãe amando-te imensamente, porque eu sabia que dia menos dia, o tempo de tu me conheceres de forma perfeita iria chegar.

             Eu sou aquela que no tempo oportuno me revelei a ti, e hoje te mostro como em um espelho da alma-humana como tu és na realidade. Agora te convido a sentar-se na mesa ao meu lado para cear comigo, e aprenderes os caminhos sublimes da magia que te levarão dia após dia de tua vida a mim e a minha verdade.

            Sabes quem sou eu menino?Eu sou aquela que tem mil nomes distintos, e é conhecida pelos povos em toda terra por mil faces diferentes.

            Eu fui teu primeiro choro de vida quando saístes da barriga de tua mãe, e serei teu ultimo suspiro no derradeiro momento de tua partida desta existência terrestre. Eu sou a Grande e Antiga Deusa, a consorte divinal do Deus-Cornífero. Eu sou aquela que vive abençoadamente sobre o lírio de tua alma de homem-menino.

            Eu sou aquela que costumas invocar como Gaia, a tua e tão somente tua Deusa-Mãe-Terra.

ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.

Salva a Deusa-Mãe...salve Gaia!!!

3 Comentários:

Aline disse...

Muito bonito o texto!
Beijos!

Sissym disse...

Elton,
Foi muito bom indicar para mim este texto. Obrigada!

Bjs

Kathy Saori Monroe Cobain disse...

Obrigada pela visita ao meu cantinho, será sempre bem vindo! Grata pelos elogios também!

http://facebook.com/brogandome/
http://brogandome.blogspot.com/
http://saorimonroecobain.tumblr.com
@carolposeidon

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory