Google Translate

Infindos pilares (reelaborado...)

quinta-feira, 14 de março de 2013.

Mulheres - Ambros, Lúcias,
Nísias, Simones de bom voar,
Jades, Giovannas, Márcias,
Cibellys, Cidas, Eloás,
Marias, Morganas, Quelis,
Jordanas, Ângelas, Zilás,
Lucianas, várias Elis,
Patrícias, Chantais, Resedás,
Cássias, Lilians, Liliens,
Iaras, Sandras, Regiás,
Katias, Margaretes, Cléas,
Vidas, Selmas, Tiliás,
Anas, Patrícias, Marianas,
Elianas, muito mais
Mulheres que estão além,
Suficientes para encher
Mil dias da Mulher e muito mais.
Mulheres de infindos pilares,
A lutar amar sofrer
Neste e em outros tempos,
Preparando amanhãs,
Belas, feias, baixas, altas, pobres, ricas,
E, embora tão diversas,
Pegam armas, vão à guerra,
Ganhando os dias, suando
De fervor em cada poro,
Com firmes tons nos olhares,
Música nas expressões
Maternais, filiais, fraternas,
Atravessando espaço e tempo
Para o evoluir dos homens
Além das adjacências.
Já falei de Nísia? Ou não?
Aquela que ousou tirar
A agulha dos dedos do Império
E desatrelou o espartilho
Que desfigurava cérebros?
Depois eu falo então...Agora
O poema quer dormir
Em algum lugar dentro de ti.

NATANAEL GOMES DE ALENCAR.

Leiam Natanael Gomes de Alencar,clicando aqui!!!

Comentários:

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory