terça-feira, 19 de março de 2013

Meu doce júbilo!!!

Tens uma alma feita
de vertigens que foi batizada
em fogo, o coração que bate
célere dentro de ti foi criado a
partir do ouro e do barro.

Tu, oh, menina virgem, me foste
dada de presente pelos Deuses
do céu e da terra, nascestes da
espuma do mar, e teu corpo tomou
seu primeiro banho nas águas das
chuvas outonais, estes cabelos longos
e loiros que lhe pertencem, foram adornados
com uma guirlanda de belas flores
pelas dríades que habitam as antigas florestas.

O canto mágico que teus lábios entoam
faz com que minha alma ao ouvi-lo,
se encha de doce júbilo, até a cotovia
que está pousada no alto galho, permanece paralisada
em puro estado de êxtase, escutando-a.

Guardo somente em ti a esperança
de conseguir viver um amor, que eu julgara
não poder experimentá-lo mais
nesta presente vida.

ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.

Nenhum comentário: