quarta-feira, 24 de abril de 2013

Eros!!!


       Sou um Deus- alado que desço sobre ti para tomá-la para mim tão súbito como o relâmpago que rasga o céu sem aviso algum o surpreendendo.

       Eu moro no vento das carícias em teus cabelos morenos e vivo no calor da tua pele de textura deliciosa.

       Digo-te que corro pelos campos de tuas coxas de morena que é atrevida em ser tão bonita, cometes não tendo a intenção um excesso em mostrar-se tão sensual, a tal ponto de provocar os ciúmes das antigas Deusas do Olimpo.

       Eu continuamente penetro em teus poros para que tu me transpires depois em êxtases de um prazer desavergonhado.

       Proíbo-te em pronunciares meu nome as tuas amigas, eis que ele deve ser secreto para elas, senão tu corres o risco de que estas me invoquem quando se sentirem abraçadas por aquela senhora vestida de negro chamada “solidão”.

       Deves me deixar partir no final de toda tarde depositando um beijo casto em meu lábios que são tão rubros como morangos maduros e tão doces como favos de mel que podem ser vistos dependurados sobre árvores que ficam a beira da estrada.

       Subo ao firmamento Sabendo que eu deixei depositado nas terras férteis do teu útero meus rios de gozos consumidores.

       É na graça inenarrável do teu ventre que reencontro todos os dias com o esplendor de toda a minha divindade.

 -ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.

6 comentários:

Pedro Frontelli disse...

Forte. Encorpado. Fico imaginando de onde vem tamanha inspiração...

Carla disse...

Esse poema tem pegada. Virei fã.;D

Isa disse...

Gente eu quero um Eros desse pra mim!!!

Saul Soares Brandão disse...

Olha, pro cara escrever um poema desses, deve ter uma baita musa.Cara de sorte.

Leandra disse...

Adoro um homem de verdade, que sabe o que quer, que chega chegando. Esse Eros é D+.

Tata Zambuzzi disse...

Forte. Sensual. Suas palavras são maravilhosas, mais uma exaltação a Deusa-Mãe.