Google Translate

O vendaval-poético de Ana!!!

sexta-feira, 14 de junho de 2013.
Sou um vendaval sagrado
descendo sobre ti, levando
com a força dos meus ventos
as folhas secas desta tua vida
sem graça, desprovida de riso,
sofrendo pela ausência daquele
verdadeiro amor à qual sempre
sonhaste para ti.

Abra a janela da sacada
de tua casa e deixe-me
entrar não só para dentro
dela, mas, principalmente
permita-me invadir a tua
existência como a luz
do sol invade todos os
cantos e recantos do
mundo ao amanhecer
expulsando para longe
de sua face as trevas
que formam o rosto
misterioso da noite.

Eu sou luz sagrada
que me fiz tatuada
nos labirintos quase
que impenetráveis de
tua alma de mulher- Cisne,
de mulher-pantera.

Escrevestes-me falando-me
de tua paz interior ao ler a
minha literatura – lírica, de
tua admiração ardendo em fogo
sacro e selvagem pelo meu espírito
de poeta que é dono de um coração
indomável.

Agora te digo vem, e aninhe-se
em meus braços e como bem dissestes
em teu escrito endereçado à mim, deixemo-nos
envolver pelo calor excitante de nossos jovens
corpos.

Deposito em teu seio
de filha da primavera
meu beijo mais ardente,
minha caricia sem querer
que o fosse, mais displicente,
deixo plantada nele, a semente
perene do meu amor de juras
e promessas inconfessáveis.

Leia-me, beba-me, coma-me
e transpire-me através de teus
poros, desenhe-me com a tinta
do teu sangue menstrual no âmago
de tua natureza de fêmea de anseios
e encantos incontáveis.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.


Esse texto é em homenagem a minha querida e fiel leitora Ana, cidadã cubatense de 32 anos que me escreveu comentando o texto da minha autoria intitulado: “Feliz dia dos namorados para mim e para ti”. Obrigado Ana pelo seu imenso carinho por mim e pela minha literatura.  Eis o conteúdo do comentário:

Anônimo disse...
Adoro o seu blog, adoro as suas palavras, sinto cada palavra escrita a me envolver e sinto uma paz tão grande quando acesso o seu blog. Ahhhh como eu queria que o meu marido fosse como você. Sinta-me a te abraçar deitados, o calor do nosso corpo nos dominando, enfim.. Beijos e abraços apertados de sua admiradora - Ana - 32 anos - Cubatão- SP. 


2 Comentários:

Cristal de uma mulher disse...

Boa noite meu belo amigo.

Fazer o amor é como pisar em cada estrela no seu maior infinto e delas traçar o brilho dos orgasmos e morrer depois de vivê-los e sentí-los...Que delicia,poderia eu viver com intensidade este momento dentro de tuas letras que me aprisionam,, ..como seria bom !!!!!

Beijo e saudades

Acabo de chegar de Campinas e encontro tua escrita e nela me encontro de corpo.

Anonymous disse...

Desculpe-me a demora para comentar, o tempo está corrido pra mim.
Apaixonante como as letras saem através de mente, de um jeito que me toca. Te digo, seus textos são os sonhos da minha vida sexual.
Beijinhos...

Ana - 32 anos - Cubatão- SP.

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory