quinta-feira, 11 de julho de 2013

Metáforas vermelhas!!!

Ela foi embora sem dizer nada.
Negou-se a dizer adeus e a dar
uma só explicação sequer que fosse.

Ela o abandonou em um rodamoinho
de duvidas e confusões sem soluções
aparentes. Seu coração feminino afastou-se
dele sob a sombra do mais absoluto silencio.

Agora este tem vontade de cortar as suas veias
e sangrar poesias de cor escarlate, e de gritar
metáforas iluminado pelo sol do meio dia que,
por sua vez, sonha ser eclipsado pelo beijo
prateado da lua.

Toda a noite sonha que ela está voltando
vestida de poesia menstrual, com versos
tão vermelhos quanto o é a coloração da
paixão mais veemente.

Este mancebo enamorado de alma chorosa
diz que vai esperá-la por toda a vida, mesmo
sem ter uma certeza se um dia ela retornará
ou não.

Este mancebo que é vitimado por uma
melancolia infinita, passa suas horas a
imaginar o que ela anda fazendo segundo
a segundo do transcorrer dos seus dias.
Tenta escutar o som de cada batida do
seu coração, assim como se esforça em
vislumbrar os detalhes mínimos dos
pensamentos dela.

Desde que ela partiu o sol tornou-se cinza
aos seus olhos da mesma forma como ele
desaprendeu a sorrir. O espírito de sua poesia
tornou-se uma águia de canto triste e vendavais
de lamurias varreram com seus ventos taciturnos
as paredes do seu quarto que outrora eram pintadas
com as cores pagãs do amor.

Agora ele é um poeta ensandecido pelo fogo
lírico de metáforas vermelhas, e passa suas
horas correndo descalço sobre estradas feitas
de nevoeiro, tendo seus cabelos longos molhados
pelo beijo tempestuoso do amor. E procura sem
descanso por essa sua amada, chamando pelo seu
nome, e as pessoas ao lhe ouvirem tem a impressão
que o som de sua voz se assemelha a de um gigantesco
mar revolto.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.

E tu...sabes quem é esse apaixonado poeta???

Nenhum comentário: