quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Encantadora de tornados serpentinos!!!

E danças nua diante dos meu olhos embevecidos,
e bailas tão belamente dentro deste círculo
mágico revelando plenamente as minúcias
deste teu corpo de aspecto encantador.

Meus olhos brilham excitados ao reparar cada
um desses detalhes que se revelam de tuas
carnes benditas.

Esta tua pele branca como o marfim e que
é senhora de uma sedosidade semelhante ao que
um tecido de seda persa tem, é um convite ao toque
das minhas mãos de Fauno.

Extasio-me quando mexes desta forma os
cachos dos teus cabelos negros deixando-os
moverem-se em um balanço que lhe empresta
um aspecto de sensualidade irresistível.

Anseio entrar neste círculo mágico, e resgatar-te
em um abraço forte e furioso de desejos assimétricos
por ti.

E quando pegar-te em meus braços, mais do que
nunca, almejarei colher flores dulcíssimas nos canteiros
dos teus beijos, estes que possuem uma sublimidade
sem nome.

Jamais desmancharei este círculo de donzelas celtas,
contudo, eu o fecharei mediante a “escolha” que o
meu coração de mancebo apaixonado fez por
ti, oh, movedora de ventos tempestivos,
e encantadora de tornados serpentinos.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.

Nenhum comentário: