sábado, 5 de abril de 2014

Subindo as montanhas do prazer.

           Eu escalo as montanhas morenas do prazer, almejando alcançar seus picos mais altos, picos de um deleite sem fim. Extasio-me em andar sobre as trilhas gozosas de tais montanhas, e em meio delas encontrar-me com as ninfas do amor sensual.
        
        Nasci com uma natureza voltada para o AMOR-AFRODITHIANO e nela não percebo limites que me impeçam de experimentar o SUPREMO-ÊXTASE.
        
        O vinho do contentamento por andar em pleno GOZO constantemente está a descer-me garganta adentro,  e a dança da alegria por conviver diariamente com a presença da  BELEZA-SENSUAL é realizada continuamente com fervor pelo meu corpo.
        
        A tenda divina da essência feminina é o lugar da minha morada, e o corpo da mulher é o meu Tabernáculo sagrado onde cultuo os Grandes Deuses e Deusas do céu e da terra.
        
        Meu corpo é contrário à castidade e meus sentidos assemelham-se ao de um sátiro, e minhas amantes cercam-me com a luz vivida da sua juventude corporal e espiritual.
        
        Seguro altivo em minha mão direita a tocha onde arde a chama do GRANDE-ORGASMO,  e distribuo tal fogo nas lamparinas daqueles que me buscam tendo sede de experimentar o arrebatamento ao INDIZÍVEL.
        
        Então tu que me lês, não temais em tomar-me a mão e vir comigo, para que eu te leve aos Palácios eternos das minhas delícias sacro-orgásticas.

 - ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

Nenhum comentário: