Google Translate

Dias transformados em noites e verdades em poesia.

quarta-feira, 7 de maio de 2014.
        Dias transformados em noites, e verdades metamorfoseadas em poesia, e a porta do amor foi fechada novamente. Levaram-me as calças, me despiram do meu espírito, e fizeram das minhas palavras ótimos slogans para comerciais de refrigerantes.

        Meu tempo se tornou vago com a tua ausência, e nossa casa ficou cheia de tornados, assim como o céu trocou o seu habitual cinza pela cor da saudade. Os teus beijos me fazem falta no palácio dos meus lábios, como também o som dos teus passos quando ainda ecoavam no labirinto da nossa paixão, deixaram sentimentos de nostalgia.

        Encontrei oceanos escarlates de prazer em teus braços, e conquistei países encantados na maciez de tua boca rubra. Visitei ao teu lado ilhas de doces mistérios e no espelho dos teus olhos negros consegui contemplar amores impossíveis serem concretizados.

        Hoje eu não sei por qual rua árabe teus pés te fazem andar, mas meu amor te seguirá para onde tu fores, pois o tempo pode passar como ele bem quiser, mas o sentimento verdadeiro que guardo em meu seio por ti jamais se desmanchará.

        Levaram-me a minha garota em um navio onde traficavam centenas de burcas negras.

        Um dia alguém abrirá novamente a porta do amor, e o céu noturno outra vez será de brigadeiro, e meus olhos te verão voltando para mim em uma tarde de primavera, e eu escreverei como antes a minha poesia na página em branco dos teus ósculos apaixonantes.

        Lembro-me como se fosse ontem, sequestraram dos meus braços a minha garota em um navio que carregava burcas vampíricas, levaram-na para Meca onde não há portas onde eu possa entrar com o intuito de resgatá-la.

        Mas apesar de tudo, a tua lembrança ensolarada; sempre raiará no céu resplandecente da minha memória.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

Comentários:

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory