sábado, 3 de maio de 2014

Trilhando os caminhos luminosos de Sophia

       Eu me construo sob a inspiração da minha alma de mulher. De tempos em tempos eu me destruo com o objetivo de reconstuir-me novamente.

        Meus pés delicados trilham o caminho de Sophia, e no tempo certo conseguirei alcançar o seu templo de conhecimento sem fim. Salomão cercado pelas seguidoras da Deusa trilhou por esta mesma via sagrada. E ele foi premiado em contemplar a luz divinal que somente habita no útero da Antiga Mãe.

        De meu seio sobe aos céus o incenso de um perfume indizível, e este vai acompanhado com a minha oração, ela que faz a terra toda abalar-se.

        Em meu caminhar não evito a sombra, pois ela também faz parte de mim, afinal ninguém é totalmente bom, assim como ninguém é totalmente mau. E o verdadeiro sábio é aquele que se conhece por inteiro, em sua total integridade, tanto em sua face luminosa quanto na sua face trevosa.

        A poesia sempre está comigo, eu sou a MUSA ou sou o NADA, e quando me faço poeta evito escrever como um homem o faria. O mito poético da DEUSA BRANCA vive e reina em meu espírito feminino, e arde nele como uma chama de amor e inspiração divinos e sua presença em mim é eterna.

        Eu sou a filha da lua, e minha alma é tão branca quanto ela o é, sua pureza é comparável às águas cristalinas de fontes virgens. Da boca da minha alma procede um canto sereianico, e quem a ouve sente-se encantado pela sua melodia, e sem perceber começa a seguir-me por onde eu vou, atravessando comigo vales profundos e altas montanhas.

        Decididamente eu sou a Árvore da vida, morte e ressurreição, somente aqueles que comerem dos meus frutos contemplarão a visão beatifica de Sophia, e viverão como bem-aventurados ao seu lado, sustentados pelas colunas ensolaradas da eternidade.  

-ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

2 comentários:

Cristal de uma mulher disse...

Eu me construo sob a inspiração da minha alma de mulher. De tempos em tempos eu me destruo com o objetivo de reconstuir-me novamente.

Maravilha como sempre e eu fico aqui sem saber onde aterrizar meu querido amigo...

Vai no meu blog acho que vais gostar do meu escrito sobre a cabala..

Beijo querido.

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Olá Elton, que belo e interessante texto.Tão difícil chegar a alcançar o que você nos propõe." Sophia", que significa conhecimento, saber.Literalmente é sabedoria, e foi o que você nos escreveu. Mesclou amor, coragem, lutas , vida e morte.....No interior de "SOPHIA".Lindo! Grande abraço!