Google Translate

Beleza morena.

quarta-feira, 18 de junho de 2014.
        Contemplo-te refletida no espelho do desejo sensual, capto nas retinas dos meus olhos a imagem de tua venustidade que palavras não conseguem com precisão descrever.

        Cupidos do amor reverenciam a sensualidade da tua beleza, estáticos, entregam-se a mais pura contemplação do mistério insondável de tua formosura.

        Teus cabelos negros que de tão cumpridos te chegam até a cintura, quando estão soltos, lhe emprestam o aspecto de uma deusa imponente e que por sua vez, parece ser dona de um charme invencível.

          Como me é prazeroso passear com os dedos das minhas mãos nos desenhos de tuas curvas irresistíveis, sentir através do veículo do meu tato a deliciosidade de trilhá-las como se elas fossem estradas de uma tentação incendiante.

          O matiz moreno de tua cútis inebria a minha alma levando-a a tocar os elevados céus de doçuras incomensuráveis. Nestes momentos consigo enxergar com meus próprios olhos, as faces de Deusas e Deuses primais da fertilidade que foram esquecidos pela humanidade dentro das brumas dos séculos.

        Na casa de ouro do nosso amor indestrutível lavo meu corpo de homem nas águas abençoadas dos teus gozos deliciantes. Afinal é na cachoeira do teu regozijo sensual que me encontro com a felicidade em sua essência e formato mais puros.

 - ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

A imagem que ilustra o texto publicado acima, é uma pintura do artista plástico Antonio Capel-(Tétouan- 19 de janeiro de 1960). Desde 1961 Capel tem residido na cidade de Palência-Espanha.

Comentários:

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory