terça-feira, 22 de julho de 2014

Mulher divina.

       Conceda-me a tua luz provinda do teu coração feito de carne e fogo. Logo ela que é o teu amor inspirativo, está força maior que me incentiva a viver com alegria, e tal alegria é dona de uma força potente.

        Estenda-me teus lábios de Dalila no apogeu de sua beleza, e seduza-me conduzindo-me aos mares filistinos dos teus beijos que são donos de uma delícia incomparável.

        Pouse em meu seio docemente minha pomba deliciante e traga contigo todos aqueles prazeres sensuais que sempre tu tens a oferecer-me. Embarque o meu corpo no calor do teu, e leve-o àqueles lugares paradisíacos que apenas a tua mente de mulher extraordinariamente erótica pode me levar.

        Revele-me sem se dar de rogada as gostosuras dos teus orgasmos, e desvelai diante a compreensão dos meus sentidos o prazer que o poder das tuas carícias pode conceder-me.

        Dance agora para mim, e que desçam teus sete véus de encantos árabes, e que também o sublime mistério do encanto adorável do teu corpo finalmente me seja revelado.  Exijo com veemência que os rios dos teus gozares mais tsunâmicos, desçam sobre mim procedentes da fonte rosácea e maravilhosa do teu sexo.

        Peço-te, oh, divindade de adoração proibida pelos monoteístas misóginos, que tu faças da estrutura corporal que eu possuo, o teu altar sagrado onde a minha luxúria mais contundente te oferecerá, aquele culto de dulia a qual minha alma masculina te é devedora.

        Ah, mulher dos meus sonhos mais felizes, permiti grande senhora, que o mel das doçuras de tua alma feminina, escorra sobre o solo receptivo da minha essência de homem apaixonado.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS. 

Nenhum comentário: