terça-feira, 2 de setembro de 2014

Amor abençoado

        As horas longas tornam-se um completo absurdo sem ti, são como pesadas correntes presas em meus tornozelos e que eu arrasto com extrema dificuldade. Entretanto, àquelas em que passas ao meu lado me são doces e elevam a minha alma há um céu pleno de felicidades ímpares.

        Meu corpo é teu, pois, ele te pertence desde a primeira vez que tu o tocastes, agora este não consegue pensar em ter uma outra senhora. Fazes com ele o que então bem quiseres.  Apenas com o teu toque a satisfação chega aos meus sentidos, sem ele tudo se torna sem graça, as coisas em minha volta ganham uma cor cinza.

        Teus carinhos viciaram a minha carne, como droga criaram nela uma grande dependência deles. Dia após dia eu quero mais de ti, dos teus beijos que incendeiam a floresta verdejante do meu coração. Juntos, eu sinto, que viajamos felizes sobre as asas enormes e encantadas de Eros, o Deus do amor supremo. E ao lado da cama dos nossos regozijos sensuais, percebo a presença de Afrodite, a Deusa da fertilidade e do sexo sagrados a nos abençoar com seu olhar aquiescedor.  

        A nossa casa se torna virtuosa quando divides comigo o teto dela, meu espírito consegue contemplar feixes de luz divinais que se projetam de suas paredes, chegando a nos atingir com o claro objetivo de abençoar-nos ricamente.

        O nosso amor é como um gigantesco mar que com a força de suas águas ondulantes nos submerge total e completamente.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

Nenhum comentário: