sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Aquela que me espera na cama

      Vaticinando loucuras sensuais me esperas na cama, deidade da carne e fertilidade, fazes do nosso quarto um país e do nosso leito uma cidade do prazer que nunca acaba.

        Bruxa da libido tu me enfeitiças deixando meu corpo e alma loucos por ti, criando no interior do meu coração uma atração que me arrasta para os teus braços.  Apenas tu consegues abrir-me as portas de um deleite dionisíaco, somente tua mente de ninfa carnalíssima obtém o sucesso de fazer-me sentir gozos que transcendem a própria razão.

        Espreitas-me na cama como uma leoa predadora ansiando fazer de mim tua presa, devorando-me com tua fome sexual, curtindo com satisfação cada centímetro de minha pele que odoriza aquele cheiro de macho que tanto gostas por te levar as raias da insanidade.

        Nestes nossos momentos onde nossos corpos praticam o ritual da carne, entrego-me aos teus delírios orgásticos tão plenamente, que me sinto arrebatado com todo o meu ser ao teu paraíso de fantasias e fetiches, eles que parecem ser donos de uma doçura vertiginosa.

        É na cama destas nossas loucuras extasiantes que conseguimos aquela união tão perfeita onde nossas essências por algumas horas tornam-se uma só.

        Amá-la assim é, sobretudo então, ser um só contigo.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

Nenhum comentário: