sábado, 13 de setembro de 2014

Senhora oriental dos meus desejos carmins

      Contemplo-te em puro êxtase, pois, a tua imagem eleva a minha alma há um paraíso de gozos intermináveis. Tu és ao mesmo tempo a deusa e o santuário, onde dedico com meu coração devoto um culto de amor somente a ti.

        Teus cabelos lisos e negros são o mar calmo onde trafego com a nau dos meus dedos acariciando-os, totalmente deliciado, tua boca quando a vejo entreaberta, assemelha-me a porta do prazer a mim exposta, um convite irrecusável para um delicioso beijo.

        Teus cintilantes olhos me lembram de estrelas a brilhar no firmamento da legítima beleza, com o olhar deles sou tomado por uma paz e um desejo retumbantes.

        És a vampira dos meus delírios mais concretos e veementes, assim como me representas toda a minha verdade e mentira. Mulher que está tatuada com o fogo da paixão no branco da minha alma, síntese total do que me significa o amor pleno.

        Senhora oriental das ondas conturbadas dos meus desejos carmins, és Isis e Pompéia em chamas para mim. Apenas mergulhado em teu seio sou ungido com a graça de Sophia, a insubstituível sabedoria.

        Deita-me no solo do teu útero e fortaleça-me com o poder mátrio que procede dele, e, sobretudo, faça-me experimentar da sua cachoeira de delícias inesgotáveis.

-ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

Nenhum comentário: