sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Os nossos gozares mais insanos

          Ei, amor, eu sou uma garota e sei bem aquilo que mais desejo. Saibas tu, o meu coração te anseia, este sonha em possuir-te da cabeça aos pés.

          Eu não ligo para tabus e muito menos para preconceitos infundados, sou uma garota e amo outra garota, e daí? O amor não tem cor, cara, idade e muito menos sexo definido, ele transcende todas as verdades criadas pelos homens. Então, não nos preocupemos com as vozes homofóbicas que ecoam em todos os lugares, dizendo-nos: - Isto que fazeis é um terrível pecado!- Acredite-me amor, as bocas donde provêm tais sentenças, estão erradas.

          Esqueça-as para sempre e vem logo beijar os meus lábios que estão sequiosos pelos teus.  Toma o meu corpo em tuas mãos sentindo um imenso prazer, entrelace os teus dedos em meus cabelos longos e ao puxá-los, faça-me sentir totalmente dominada por ti.  Ao ser assim tocada de uma forma tão intima pelas tuas mãos, o meu néctar de delícias descerá pelos vãos das minhas pernas, e da minha garganta, sairá gemidos guturais de sensações gozosas inexplicáveis.

          Também neste momento, quero-te fazer a minha menina, responder os teus beijos com sofreguidão, tocando os teus lábios com os meus, usando todo o fervor da minha paixão.  Então, seremos duas gatas siamesas entrelaçadas em nossos corpos e almas.

          Mais do que tudo, buscarei desnudar-te de todos os teus pudores, fazer-te devassa pela manipulação da minha língua, meus dedos e do esfregar do meu copo nu em teu sexo molhado e rasgado por um prazer de sensações deliciosas.

          Faremos das nossas pirâmides invertidas de gozos infindos, cálices alucinógenos de Dionísio, pois, tomaremos delas em nossas bocas febris, do vinho orgástico das nossas loucuras sensuais.  Eu beberei de ti, para que tu, com vontade veemente, bebais também de mim.

          E quando alcançarmos o ápice deste coito a qual nos entregaremos, e que estará completamente alicerçado em nossos gemidos, suores, arranhões mútuos e, sobretudo, no desejo obcecado de uma pela outra, mergulharemos sem temor algum, nos braços vulcânicos dos nossos gozares mais insanos.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

Um comentário:

Cristal de uma mulher disse...

Meu amado amigo..


Natal, Época em que estamos tão sensíveis e alegres... ...que contagiamos a todos, e que podemos refletir sobre nossos verdadeiros amigos. Fazemos um balanço de nossas vidas, somamos todas as alegrias, e subtraímos as tristezas. Gostaria que nessa noite de confraternização, nossos relacionamentos, se estreite ainda mais,e que nossa amizade, que perdure para sempre. Ter você como amigo, é uma dádiva,sua companhia nos momentos mais difíceis, faz tudo ficar mais leve. Que o seu Natal, seja repleto de alegria e paz, sinceramente é o que eu desejo.

Rachel Omena