segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Os salões das tuas alegrias orgásticas

         Convide-me para teus salões de alegrias orgásticas, e deste modo, eleve-me aos pícaros do prazer perfeito.  Nesta festa não nos poderá faltar o espírito da ousadia, e tampouco a chama do deleite sensual a arder em nossos corpos. A taça do vinho da libido em flor deverá estar empunhada pelas nossas mãos.

          Que neste baile da carne, tu possas me oferecer teu corpo totalmente nu, deitado em cima do nosso leito de sensações desavergonhadas. Em meio dos brancos lençóis de cetim, tu possas te entregar a mim; completamente abrasada pelo fogo da excitação dos sentidos.

          Sim, oh, sacerdotisa do supremo-prazer-orgástico, pegue-me pelas mãos e conduza-me aos átrios do templo do teu corpo, tira-me as vestes tornando-me tão nu como tu estás, e sem temor algum, revele-me a face cárneo-carmim desta deusa que adoras; aquela que atende pelo nome de Messalina.

          Inicies-me nos teus mistérios sagrados da cópula, deixe-me beber até a ultima gota dos deliciosos licores que brotam dos teus orifícios sublimes. Faz-me singrar contigo no mar ondulante das tuas mais loucas fantasias, massageie a minha pele esfregando a sua nela, assim, transporta-me ao reino de luz da plena satisfação sexual.

          Monta-me, e, com seu corpo bronzeado a mexer e remexer e, balançando teus longos cabelos dourados, cavalga-me com intensa luxúria, e, nesta cavalgada, guia-me em meio aos prados dos teus pelos púbicos aloirados até a tua gruta de devaneios luxuriantes.

          No final desta cavalgada inebriante, oh, meu bem, que tu possas permitir derramar-me em teus interiores, liquefazendo-me em águas provindas da fonte de um orgasmo tão brutal em suas sensações, que, com a sua força, ele seria capaz de mover as mais duras placas tectônicas da terra.


-ELTON SIPIÃO O ANJO DAS TERRAS

Nenhum comentário: