Google Translate

Sereia do mais inviolável mistério

terça-feira, 16 de dezembro de 2014.
          Solta-te em meus braços que desejam-te envolver em um abraço pleno de paixão, e sinta o calor que dele emana e com certeza perceberás um aquecimento súbito em teu coração.  E aquecido eis que ele se entregará as minhas volúpias ensandecedoras.

          Lembra-te dos nossos encontros primaveris? Eles eram portadores de uma magia encantante, esta nos envolvia desde o dedo mindinho indo até o ultimo fio de cabelo que nos pertence.  Ah, desejo revivê-los uma vez mais, e sentir cada gozo possível, encontrando-o nas curvas maliciosas do teu corpo.

          Deita a tua boca na minha e mostra-me que o amor romântico pode estar ligado de forma perfeita a paixão sensual, desiluda-me, revelando aos meus olhos que a outra face de “EROS” não passa, do mais preponderante “DESEJO”.

          Como uma sereia de alma entregue há um inviolável mistério, arrasta-me aos mares das tuas fantasias, submerja-me em suas águas profundas e faz-me experimentar das delícias enlouquecedoras que delas provém.  Nestes momentos hei de te pertencer mais do que a mim mesmo.

          Penetre em minha alma masculina e deixe plantada em seu solo anímico a  semente do teu “SAGRADO-FEMININO”, peço-te ainda que caminhes pelas pirâmides das minhas virtudes e venhas ser a minha Ísis, fazendo deste modo de mim, o teu Osíris.

          Conecte-me a substância translúcida da tua alma de fêmea selvagem e mostre-me o que é entrar em puro êxtase, faça cair por terra o véu escuro da minha misoginia e permita-me penetrar no Santo dos Santos, e assim, que eu possa contemplar as faces luminosas das Deusas e Deuses antigos.  Saibas, oh, mulher, tu és o meu “RELIGARE”, a minha única e verdadeira “RELIGIÃO”.

          Dá-me o fruto benévolo do teu corpo santificado e profanizado e deixe possuí-lo com todo o ardor do meu querer por ti. Pretendo fazer amor contigo por toda uma noite e em meio a gemidos e urros de animalesco prazer, derramar no vaso amadíssimo do teu útero, as transbordantes águas seminais dos meus mais ardentes orgasmos.

-ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

1 Comentário:

Cristal de uma mulher disse...

Meu amado o Amor seja qual for esta forma de amar e ser amado vale muito mais que esta estreita cidade solitária que vivemos por medo de amar ainda que não amados. Muito bonito o teu escrito.

Continue me enviando pelo google tuas postagens para que eu saboreie contigo...Estou distante de São Paulo já a 6 meses por isto estou ausente de tudo que mais amo.....meus amigos e minhas escritas ...

Beijo meu querido amigo.

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory