Google Translate

Do teu ponto de vista...

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015.
          Do teu ponto de vista, tu me vês como teu objeto de desejo, tens sanha por mim, afinal, sou teu fruto recheado pelo sumo da delícia orgástica.  Salivas pelo meu corpo que reconheço; pertence-te desde o dia que eu nasci.

          Do teu ponto de vista, devo amá-la acima de tudo que existe, numa só palavra; tenho de viver respirando por ti. Mas, não vou me fazer de tonto neste momento, também te confesso que a desejo com todas as minhas forças.  Não consigo dizer não as tuas insinuações, me é impossível resistir-te, sobretudo, a este magnetismo sexual que tens sobre a minha pessoa.

          Do teu ponto de vista, nada é em preto e branco, mas, tudo deve ser simplificado, em tua opinião a cor da paixão sensual é a mesma que tem a romã, e tal sentimento deve ser experimentado no mais puro ardor.  Tu és uma mulher vulcânica, com isto, não aceitas nada pela metade, tudo deve ser dado a ti por inteiro.

          Agora, com meu peito aberto pela adaga do teu amor, devo mais do que nunca entregar-me de corpo, alma e coração para ti, e assim transpirar vontade e orgasmos em teus braços, voar nas asas da tua imaginação fetichista.  E, logicamente, singrar como um Simbad aventureiro, usando teu corpo gostoso como meu navio, sob os mares misteriosos do prazer.

-ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

Comentários:

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory