Google Translate

Inacabado

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015.
          Eu não desejo ficar sozinha em meio à tempestade do meu desespero, apenas desejo acreditar que haja alguma esperança no final do arco-íris, nunca despreze a força de um sorriso, ele é uma luz de acalanto que veio iluminar este mundo perdido.

          Eu não desejo carregar uma pedra na minha mão, arremessá-la contra alguém seria um grande erro na minha vida.  Deixo isto para os hipócritas que ainda apedrejam Maria Madalena no final das esquinas escuras.

          Os bêbados carregam consigo uma cruz cármica, será que tu não consegues enxergar isto? Cazuza cantou que o banheiro de um bar é a Igreja deles, e eu digo que o único messias que pode salvá-los é o amor.

          A bala que acertou o meu peito foi a mesma que Kurt Cobain usou para estourar o seus miolos, por isto, eu como numa visão, o vejo perambular pelo vale dos suicidas sentindo-se bastante perdido.

          Eu nunca vou permitir que um homem viole-me no meu corpo, pensamentos e muito menos na minha alma.  Se o precipício está próximo de nós, ah, baby, eu não vou olhar para ele, se não, corro o risco dele querer retribuir, olhando-me de volta.

          Se tu acreditas no fim do mundo, o problema é somente teu, eu nunca acreditei nestas porcarias de apocalipses, minha crença é na vida e na sua eterna continuidade. Tu não vês que são os lobos vestidos de cordeiros que ficam querendo nos enganar com seus evangelhos, messias e dogmas? Dogmas esses que apenas servem para nos pirar a cabeça?

          Ei baby, o salvador finalmente chegou, ele nos trouxe o rock n roll, o seu nome é Elvis Presley.   

-ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

Comentários:

TEXTOS E CRÔNICAS DO ANJO DAS LETRAS. © Copyright 2007 - 2017 | Design By Gothic Darkness | Editado por Lizza Bathory