sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Potranca dos meus desejos

          Potranca dos meus desejos mais indecentes, tu me esperas em cima do nosso leito de coitos incendiantes, transpirando sedução, tendo a tua pele morena orvalhada pelo teu suor, este produzido pelo calor do verão que invade o nosso quarto.

          Fêmea provocante que está cheia de más intenções, desejando levar-me a loucura dos sentidos, a vadiagem da carne, a transitar no caminho sem volta daqueles que tomam do vinho do prazer dionisíaco.  Sereia tupiniquim, cheia de curvas insinuantes, plena em doçuras que incendeiam a minha alma, portadora de odores sensuais que me catapultam para o interior de águas tempestivas, simplesmente orgásticas.

          Tu me dás a tua carne sem medida ou limite, esta se torna um veículo de puro deleite para mim, amo-o possuí-la desta maneira, com teu pleno consentimento, usufruindo de cada centímetro desta tua belíssima arquitetura corporal.

          Apenas sinto-me perfeitamente realizado, quando me derramo dentro de ti, liquefazendo-me em intermináveis rios seminais de pura efervescência.


-ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

Nenhum comentário: