segunda-feira, 25 de maio de 2015

Poesia nupcial

         Toco-te levado pela força da paixão que tenho por ti, invado-te em teu interior, aposso-me de tua intimidade de mulher para me fazer teu senhor.

         Bebo da tua essência anímica como se eu fosse um vampiro energético, afinal, sempre quero mais de ti, oh, senhora dos meus sonhos mais ocultos e inconfessáveis·.

         Cedo aos meus excessos para poder alcançar os palácios da sabedoria verdadeira, entrego-me aos meus desejos com o intuito de conseguir chegar ao castelo do teu coração.  Sou todo teu para que tu possas ser toda minha.  
        
         Atravesso os canais poéticos de Veneza para visitar-te, durmo contigo numa casa velha desta cidade onde antigos segredos e antigas paixões estão enterradas.  Verto meu sangue sagrado em tua boca, tal como um vinho divino, onde faço contigo um pacto de amor eterno.

         Tu és a minha mulher agora e sempre, eu planto em teu seio a semente do meu amor benfazejo, derramo no solo sacro do teu útero o meu orvalho seminal de vida.  Sendo deste modo, somos doravante, uma só carne.

         Meu corpo de homem sagrado e profano é a vara mística onde tu, oh, minha amada, se faz de serpente encantada que nela se enrosca.  Este é o sinal esperado por todos, onde o homem apenas consegue ser santificado pela graça deificada da carne da mulher esposa e amante.     


 -ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS

2 comentários:

Cristal de uma mulher disse...

Sinceramente Elton eu esta manhã aqui deitada e ainda adormecida entro nas tuas letras e a vontade de vivê-las explodem dentro de mim, e sem perceber nos encontramos ainda mais como num vento inquieto..uma agonia que não consigo explicar mesmo assim !

Você um grande artista das letras e me embriagas...

Beijos querido !

Nelma Ladeira disse...

Bom dia!
Adorei conhecer seu blog,é lindo com belos textos sensual.
Que cativa pela beleza física.
Parabéns! Lindo trabalho.

http://ocantinhodenelmaladeira.blogspot.com.br/